Skip to content

Dia 8 – Panajachel

26 fevereiro 2007

guatemala-panajachel-lago-panajachel-3.JPG

Acordei cedo mais uma vez e peguei o shuttle até Panajachel, à beira do Lago Atitlán. O trajeto deveria ser feito em 2 horas, mas devido a obras na rodovia, gastamos meia hora a mais. Especialmente bonita é a parte final, desde Sololá, quando descemos mais de 500 metros em direção ao Lago.

A cidadezinha de Pana foi invadida pelos hippies nos anos 70 e posteriormente pelos esotéricos, mas durante os conflitos da década de 70 todos fugiram. Recentemente houve um retorno dos turistas permanentes e há um quê de alternativo no ar. De resto é uma cidade guatemalteca como qualquer outra.

Quando chegamos à beira do lago compreendemos o porquê de tantos visitantes fixarem residência aqui. A paisagem é belíssima, um lago de águas esverdeadas, circundado por vulcões e com inúmeras vilas em suas margens. Aproveitei para tomar o café da manhã em um restaurante  – tortillas de queijo e suco de laranja – com vista privilegiada para o lago.

Andei pela cidade, que possui inúmeras tendas com artesanatos vendidos pela população maia que vem das vilas próximas. Coloquei roupa para lavar e mais tarde fui até o restaurante Las Chinitas comer um nasi goreng de camarão, apenas razoável.

 guatemala-panajachel-lago-panajachel-breakfast.JPG

Tentei ver precos de excursões até Quetzaltenango (conhecida por Xela, a segunda cidade mais populosa da Guatemala), mas eram muito caras e, pensando bem, não há tantos atrativos assim por lá(um dos mais interessantes era uma versao piorada da cascata quente da Finca Paraíso). Além do mais, com as obras da rodovia, o trajeto de 3 horas poderia chegar a 4, ou seja, 8 horas ida e volta. Passo.

Pensei em tomar banho de lago, mas o vento mudou repentinamente e as águas ficaram um pouco turvas, por isso não me arrisquei. Voltei para o hotel para um banho e saí para comer uma pizza hawaiana. Amanhã devo fazer o passeio por 3 vilas em torno do Lago, que dura cerca de 7 horas.

Trilha sonora : “Our velocity” – Maximo Park . Nao me canso de ouvir esta música, uma das melhores deste grupo inglês. Sao 3 minutos sem pausa para respirar.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. Danyel permalink
    21 março 2007 9:41 am

    Fala meu amigo!

    Gostei muito do Blog e mais ainda do prato de comida que vc colocou aqui!
    Parabéns!
    P.S. já sei que não tem guaraná diet por lá, afinal vc estava tomando coca-light.. risos

    Abraços

  2. 17 abril 2013 8:59 am

    Estou indo pra guatemala e gostaria de algumas dicar , melhor todas as dicas , se der pode me passar para meu email valeriahi@hotmail.com, devo ficar la por 12 dias, nao queria fazer excursao programada queria alugar um carro , ou pegar transporte local para os pontos mais interessantes, mto obrigada e suas reportagens estao maravilhosas
    Valeria

    • 22 abril 2013 8:19 pm

      Oi Valeria,

      Infelizmente não tenho dicas atualizadas da Guatemala não. Também não sei se alugar um carro é uma boa idéia, pois fiz tudo utilizando transporte público como ônibus e vans, sem problemas. Claro que não tem lá muito conforto, mas é um meio muito barato de se chegar a vários locais.

      abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: