Skip to content

Dia 11 – Ciudad de Panamá

1 março 2007

panama-via-amador-2.JPG

Acordei às 4h, tomei um banho e fui deixado no Aeroporto em 5 minutos (o transporte estava incluído na diária). Fiz meu check-in rapidamente e depois tivemos que esperar quase uma hora até que a sala de embarque abrisse! Isto não seria problema, não fosse o fato de que o Aeroporto de Guate está em obras e não havia absolutamente nada na área onde estávamos.

Tivemos que tirar até os sapatos para passar pela vistoria de bagagem e aguardamos na sala 2, que tinha forte cheiro de verniz. O vôo saiu no horário e ainda fez uma escala em Manágua antes de descer em Panama City.

A previsão do tempo para a cidade era de máxima de 36 graus, o que devia ser verdade. Arrumei um táxi colectivo, nada mais que uma van, que cobrou US$ 11 por pessoa (éramos 3). A moeda aqui se chama Balboa, mas também é conhecida como dólar americano.

Desci no Hotel Centroamericano, onde já havia reservado uma “habitación single com baño, TV cable e aire acondicionado” por US$ 22. Cochilei um pouco, tomei mais um banho para refrescar e saí para passear.

Saquei alguns dólares do caixa automático e segui em direção ao centro. À medida que me aproximava da Plaza Cinco de Mayo. mais feia ficava a cidade, horrível mesmo. Ainda percorri algumas quadras do calçadão da Avenida Central, mas achei melhor sair de lá. Tentei tomar um táxi, mas todos estavam cheios – depois vim a saber que eles fazem lotação. O único que encontrei vazio queria me cobrar US$ 10 para me levar até o shopping da Isla Flamenco – dispensei na hora.

Fui até o Terminal onde partiam os ônibus para lá e descobri que só havia UM ônibus que fazia o percurso e teríamos que esperar uma hora até que o mesmo voltasse. Decidi trocar de shopping e fui até o Albrook, tomando um ônibus normal até lá.

O shopping não tinha nada de mais e os preços das câmeras estavam caros, por isso decidi abortar a idéia de comprar uma. Já que a opção de ir até a Zona Franca de Colón, uma cidade barra pesada na costa do Atlântico, estava descartada, vejo no Free Shop quando fôr para a Colômbia.

Comi um sanduíche de peito de peru do Subway, pelo menos uma opção mais saudável ao onipresente McDonalds. Andei um pouco mais pelo shopping e depois tomei um táxi até o hotel, pagando US$ 1,50.

Vi um pouco de TV para saber das notícias e depois saí para comer algo, mas não encontrei nada próximo, por isso tive que me contentar com um arroz frito com frango do restaurante do Hotel, que estava aceitável.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. 1 janeiro 2009 10:39 pm

    Gostei do seu blog,mas acho que você fez muita apologia ee críticas sobre a Cidade do Panamá.

  2. Gisa permalink
    5 julho 2011 1:52 am

    Boa Noite,

    Estou indo para o Panamá em Agosto e estava pensando em me hospedar no Hotel Centroamericano. Gostaria de saber como é o hotel, a localização? etc.

    Obrigada!

    • 5 julho 2011 3:26 pm

      Oi Gisa,

      O Centroamericano era um hotel bem simples, a meio caminho entre a parte histórica e a área mais movimentada. Não espere encontrar opções de restaurantes próximo.
      Não ficaria nele outra vez, a não ser que o fator grana seja preponderante. Vc deve encontrar algo mais interessante e mais bem localizado.

Trackbacks

  1. E o Panamá ? « Filigrana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: