Skip to content

Dia 13 – Ciudad de Panamá

4 março 2007

O despertador tocou cedo, me levantei rápido e desci para comer ahn,…panquecas! Peguei um táxi e fui até a Via Amador, de onde saem os barcos até a Isla Taboga. Infelizmente cheguei um pouco tarde e perdi o primeiro barco que saiu às 8h. Como faltavam ainda 2h30 para o próximo, resolvi andar um pouco pela Via até que vi o famoso ônibus da Coop Saca e resolvi embarcar e descer em Mi Pueblitos.

panama-mi-pueblitos-3.JPG

Como o nome diz, é um local que contêm réplicas em tamanho natural de casas de diversos locais do Panamá : Bocas del Toro, Península Darién e Arquipélago de San Blás, entre outros. Nada muito excitante, mas serviu para passar o tempo.

Outro táxi de volta à Via e tomei o barco das 10h30 para Isla Taboga. A travessia foi tranquila e durou uma hora. A ilha é pequena, tem 5 km2 e apenas uma rua. Possui a segunda igreja mais velha do continente americano e duas praias agradáveis. Passeei um pouco pela vila antes de ir à praia.

panama-isla-taboga-6.JPG

As duas praias ficam dos dois lados do que antes foi o Hotel Taboga, em frente à uma ilhota chamada El Morro. Quando a maré está alta, as praias se juntam e separam as duas ilhas. Escolhi ficar no lado que tinha umas pequenas ondas, com águas quase mornas. O tempo ficou nublado e com muito vento, e a maré começava a encher, o que me forçou a ir para o outro lado, que era como uma piscina e à primeira vista parecia menos interessante.

Quando o sol voltou, percebi que a água era transparente e gelada, mas na medida certa para conter o calor abrasador. Fiquei uns 15 minutos boiando no Pacífico antes de sair para pegar a lancha de volta.

A volta pareceu mais longa, até porque o barco balançava muito e o vento continuava forte. Chegamos às 4 h em Panamá e aproveitei para passear um pouco pela Via Amador, que é o playground dos panamenhos, uma avenida que une 4 ilhotas, construida com material retirado da dragagem do Canal. O lugar possui pista para corrida e bicicletas e alguns shopping centers com vários restaurantes temáticos. Resolvi optar pelo bom e conhecido italiano para o almoço e degustei um ótimo spaghetti carbonara al dente, tomando um sorvete de cookies and cream de sobremesa. O fim do dia estava  lindo e andei mais um pouco até tomar o ônibus para o Centro da cidade e um táxi para o Hotel.

panama-via-amador.JPG

Estava com um pouco de dor de cabeça, consequência do sol e do balanço do barco e preferi ficar no Hotel e dormir cedo.

Trilha sonora : “Love songs for patriots – American Music Club” – Este CD é de 2004, mas só agora escutei com atenção. Mark Eitzel conseguiu outra vez e, depois de 10 anos afastados,  reuniu o grupo para esta obra-prima. “Patriot’s heart” é sensacional.

Anúncios
One Comment leave one →

Trackbacks

  1. E o Panamá ? « Filigrana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: