Skip to content

Islândia – curiosidades

28 janeiro 2010

 

1) Eles juram que acreditam em duendes, trolls e aparições fantasmagóricas. Veja algumas descrições aqui.

 2) Na época do Natal,  recebem a visita de 13 Papais Noel!! Na verdade, eles são chamados de Yule Lads e cada um tem uma característica diferente. Confira em http://www.randburg.com/is/icelandic-yule-lads/index.asp

3) Sabe o que é rúntur?

Às sextas e sábados a diversão nas principais cidades é o rúntur, ou seja, a ronda dos bares. Os festivos islandeses bebem muito, mas bebida é um item caro por lá. Nos fins de semana, por conta do passatempo nacional, existem várias promoções nos bares e clubs locais. Isso piora um pouco no primeiro fim de semana do mês, quando o salário ainda está quase intacto. Isso acontece o ano todo: no verão é para celebrar as longas horas de sol; no inverno para tornar suportável o frio inclemente. Como se eles precisassem de desculpa…

O resultado é que a cidade fica parecida com o entorno do Maracanã após um Fla-Flu. A turma da limpeza começa a atividade de manhã bem cedo e antes das 10h, quando os primeiros pedestres são vistos, está pronta para a próxima rodada.

4) Alguém se lembra de uma dinamarquesa que foi presa em NY por ter deixado sua filha do lado de fora do restaurante onde jantava? Caso negativo, leia aqui. Pois é, parece que isto é mesmo um costume nórdico e plenamente aceitável por estas bandas. Na foto ao lado, juro que há um bebê dentro do carrinho, que ficou no mínimo uma hora do lado de fora, com uma temperatura próxima de zero, enquanto seu responsável degustava seu café lendo o jornal do dia!!

5) Você já ouviu falar em praia aquecida? Pois é, existe uma em Reykajvík chamada Nauthólsvik, onde a temperatura da água fica entre 18 e 20 graus, devido à atividade termal chegando à superfície. De meados de maio a fim de agosto, abre todos os dias até as 20h. No inverno, apenas às segundas, quartas e sextas.

6) Se você quiser realmente experimentar as delícias culinárias mais exóticas, venha nos meses de janeiro ou fevereiro, quando acontece o Þorrablót, festa anual que persiste desde a época dos vikings. Nesta ocasião é servido o Þorramatur, um banquete que inclui o hakarl (carne de tubarão apodrecida)como atração principal, além de testículos de cabrito, salsicha de fígado de ovelha, pudim de sangue de carneiro, barbatanas de foca curada e Brennivín, a cerveja islandesa, que ninguém é de ferro. Não diga que não avisei e… Bon appetit!

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. 30 janeiro 2010 4:31 pm

    Cruzes, que festival gastronômico dos horrores é esse?!? 😯 Acho que eu escolheria apenas a cerveja!!!

  2. 31 janeiro 2010 9:07 am

    Esse pessoal atravessando a rua são a versão islandesa dos Beatles em Abbey Road? :mrgreen:

    Tirando o tubarão mumificado, o resto eu traço!

  3. Majô permalink
    19 fevereiro 2010 6:54 pm

    JB, as fotos estão lindas !!! Incrível o “zelo” com os bebês. Esse festival gastronômico é de arrepiarrrrr.

  4. matheus permalink
    6 maio 2013 2:00 pm

    ja provei carne de tubarao appodrecida e legal

Trackbacks

  1. Islândia de carro – Planejamento e roteiro | O Descobrimento da América +

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: