Skip to content

Istambul – comida

18 março 2010

Istambul é uma festa para os olhos também no quesito comida. Logo no primeiro dia resolvi experimentar o firinda manti, um prato de massa parecido com ravioli, com molho de iogurte e hortelã. A mistura não agradou muito, apesar de parecer apetitosa. Escolhi um restaurante que tinha menos cara de turístico em Sultanahmet, onde se vê shish kebabs por todos os lados.

No segundo dia, preferi não ousar muito e optei por um singelo frango com berinjela, legumes, arroz e batatas fritas, que estava ótimo. Vejam se não aprova?

No terceiro dia, andando pelas ruas de Sultanahmet, me ofereceram uma revista com a descrição de alguns restaurantes de Istambul e, em cada um deles, havia uma oferta especial para os portadores de tal revista. Estava com vontade de experimentar um restaurante com vista e a oferta do Imbat, o restaurante no terraço do Hotel Orient Express, me pareceu interessante. Além do mais ficava a poucos passos do meu hotel.

A oferta especial do restaurante era a entrada e a escolha ficava entre a salada de polvo com brócolis mostrada abaixo e outra opção que nem ouvi direito, pois estava salivando ao imaginar o quão gostoso deveria ser esta salada. Não estava enganado: era uma verdadeira delícia, com bastante azeite e que ficava perfeita com um copo de vinho rosé para acompanhar.

Entrada

Para o prato principal, escolhi um frango oriental, que também estava muito saboroso.

Prato principal

A sobremesa também poderia entrar na lista de inesquecíveis, não fosse pelo sorvete turco, que é normalmente muito ruim. Os figos recheados com nozes, por sua vez, eram deliciosos.

A conta veio em razoáveis TL 30, sem taxa extra para a vista maravilhosa que se descortinava de todos os ângulos.

Sobremesa

Provei também alguns dos quitutes turcos como o böregi em duas versões sigara (no formato de charuto) e muska (a triangular), além do suco de cereja. Para a sobremesa, um tiramisu comprado numa confeitaria e lá estava eu em mais um terraço, desta vez na Istikal Caddeşi.

Lanchinho

Tirando a dica do Imbat, minhas experiências gastronômicas da cidade não foram inesquecíveis. Dizem que o verdadeiro  Sultanahmet Koftecisi (na Divan Yolu Cadesi 12), é muito bom, mas não foi desta vez que eu provei os famosos kofte (um tipo de almôndegas).

Por isso, a grande dica em relação aos restaurantes é: faça bastante proveito dos terraços da cidade. A vista, seja em que lugar for, será sempre estonteante e a comida até ganha um sabor especial acompanhada das belezas arquitetônicas de Istambul.

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. 2 abril 2010 10:47 am

    Eu vim aqui pra ler os posts sobre “viajar com adolescentes em BsAs” – e adorei todos, por sinal; baita roteiro bem pensado, JB! – mas eis que nao consegui mais sair do blog, babando nos posts sobre Istambul. Eu, que fui pra la no ano passado e me apaixonei perdidamente pela cidade, tive o prazer de voltar um pouquinho pra la lendo aqui sobre os passeios, a comida… ai que saudade! Grandes posts – e bem-vindo de volta `a blogosfera, em altiiiiiiiiiiiiiiissimo estilo! :mrgreen:

    • 4 abril 2010 6:37 pm

      Mari,

      Valeu pela visita!

      Entendo como vc se sente, Istambul é mesmo apaixonante.

      Ainda tem mais posts sobre Istambul no forno… Volte quando quiser.

  2. 17 abril 2010 10:11 am

    Provou o Iman Biyaldi, aquele prato de berinjela que segundo a lenda, quer dizer “o imãn desmaiou”, de tão bom que era?

  3. 18 abril 2010 8:59 pm

    JB, a minha fixação em Istambul foi mesmo nos kebabs: comi de todos os tipos possíveis e dei muita sorte! Alguns que me deixaram boas memórias foi um de pistache com pasta de berinjela e outro com dois tipos, em cama de pão e cobertos com molho apimentado e iogurte, delícia! Por falar em pão, aquele ali na segunda foto me deixou salivando, hehe…
    Me surpreendi com a quantidade de confeitarias na cidade, pelo jeito esse pessoal é viciado em açúcar 😉
    Um abraço!

  4. 21 abril 2010 9:09 am

    Quase off-topic: JB, você viajou para a Islândia na hora certa, hein? Se fosse agora…

  5. Georgia permalink
    3 setembro 2010 6:05 pm

    JB, que fotos lindas, hein?
    Estou indo pra lá em outubro. Vi a dica do Imbat em outros sites também, incluindo o tripadvisor. Vou com fé!
    Parabéns pelo blog!

    Georgia

    • 4 setembro 2010 11:17 am

      Georgia,

      Obrigado pelo elogio, mas acho que o local ajuda muito, né?
      Se precisar de mais alguma coisa é só escrever.

  6. Georgia permalink
    6 setembro 2010 4:33 pm

    Falou, JB! Escrevo, sim!Parabéns, mais uma vez. Adorei o blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: