Skip to content

Santiago – visita à Concha y Toro

28 fevereiro 2011

 

Portão de entrada da Vinícola

 

Situada em Pirque, a cerca de 27 km de Santiago, se encontra a Concha y Toro, uma das vinícolas mais conhecidas pelos brasileiros. Aproveitando  uma viagem a Santiago em novembro de 2008, e, mesmo sendo um reles “bebedor de vinho”, resolvi fazer uma visita.

A vinícola está aberta das 10 às 17hs, todos os dias, menos nos feriados chilenos. Para chegar lá, o metrô pode ser uma boa opção. Para isso, voce deverá tomar a linha 4 (em azul, no mapa abaixo) em direção à Plaza de Puente Alto, descendo na última estação: a própria Plaza de Puente Alto. De lá, o melhor é tomar um táxi, que te deixa no local em menos de 5 minutos. O trajeto todo deve demorar pouco mais de uma hora, dependendo de onde você tome o metrô.

As visitas custam 7000 pesos ( cerca de 12 dólares) e devem ser marcadas antes através do site.

O início percorre as videiras,  as bonitas casas e os jardins, antes de entrarmos nos locais onde são armazenados os vinhos em barris. O ponto mais aguardado do tour, contado com o suspense necessário, é a estória do casillero del diablo. Esta estória foi criada por Don Melchor de Concha y Toro, fundador da empresapara evitar que seus melhores vinhos, guardados no casillero, continuassem a desaparecer misteriosamente. Para tal, inventou que o local era a morada do diabo. A estória, aparentemente, deu certo, pois os barris pararam de sumir.

El diablo…

 

Durante a visita são desgustados 2 vinhos, um chardonnay Amelia, bem agradável, e um cabernet sauvignon Marques de Casa Concha, apenas razoável. A taça da foto fica como recordação do passeio.

 

O melhor, contudo, é poder fazer compras na loja – adquiri um Terrunyo Carmenère 2006 por um terço de seu preço no Brasil. E depois, sentar no agradável bar e poder degustar os verdadeiros ícones da vinícola, como o Don Melchor 2005 e o Almaviva 2006,  estes sim, merecedores de admiração. E tudo isso acompanhados de petiscos, claro. Estão servidos?

Esse vinho vale a pena…

Petiscos para acompanhar.

 

Na próxima visita ao Chile, vou tentar visitar a Viña Almaviva, uma parceria da Concha y Toro com o Baron Phillippe de Rothschild, e que também fica em Pirque. A viña abre de segunda a sábado das 10h30 às 15h30 e as visitas devem ser agendadas com antecedência. É mais uma oportunidade de degustar o famoso (e delicioso) vinho.

Anúncios
17 Comentários leave one →
  1. Miguel permalink
    22 julho 2011 10:42 am

    Amigo, estarei em Santiago em agosto, e gostaria de umas dicas para visitar a Conche Y Toro. Pretendo visitar a vinícola em um domingo de manhã.
    – É preciso fazer reserva da visita, ou mapenas estar lá quando abrir (as 10 horas)?
    – Caso necessite de reserva, provavelmente a mesma deve ser feita pelo site (conchaytoro.com); mas ocorre que ele simplesmente não funciona (pelo menos para mim), desde há varios meses que venho tentando obter informações.
    – É tranquilo ir de metrô até lá perto? E ao tomar o taxi (estação – vinícola), o local não é meio vazio (por ser afastado do centro), ou não terei dificuldades com o taxi?
    Bom, seriam essas as minhas dúvidas, se puder me ajudar, agradeço.

    • 22 julho 2011 5:54 pm

      Miguel,

      Aconselho vc a reservar, sim.

      Quando fui, fiz tudo pela Internet sem problemas. Acho estranho a reserva pelo site estar há tanto tempo inoperante. Segue o link do formulario de reserva.

      http://www.conchaytoro.com/visit-us/ask-for-a-reservation/

      Se não der certo, voce tem a opçao de fazer por telefone, assim que chegar a Santiago (ou mesmo daqui do Brasil).

      Em relação ao transporte, não se preocupe. Como disse no post, a ida de metrô é tranquila e tb é muito fácil achar um táxi – não é tão deserto como se pensa…

  2. Miguel permalink
    23 julho 2011 11:00 am

    Obrigado pelas informações. Realmente o site nao abre (pelo menos pra mim), mas assim que chegar la efetuarei a reserva. Obrigado.

    • 26 julho 2011 5:15 pm

      Miguel

      Se vc estiver vendo do trabalho, pode ser que este site esteja bloqueado para acesso ( na minha empresa, não se consegue acessar nada relacionado a vinho e bebidas em geral).

  3. Miguel permalink
    27 julho 2011 9:10 am

    Infelizmente não é esse o problema. Mas de qualquer forma, farei a reserva por telefone.
    Obrigado.

  4. 30 março 2012 4:30 pm

    estou indo ao chile no 1 de maio – e gostaria de visitar outras vinicolas – existem outras proximas da cidade onde se vai de vans e ou necessito perguntar em operadores de turismo

    hoje a relacao peso e dolar e real – ainda nos favorece !!!!!!

    abs

  5. Raquel permalink
    26 maio 2012 10:27 pm

    Oi, se for possível, gostaria que vc me tirasse uma dúvida. Uma empresa de turismo me cobrou U$ 69,00 para ir à Concho y Toro. Indo de metrô irei fazer uma boa economia?

    • 26 maio 2012 10:35 pm

      Com certeza, Raquel. Como te falei, o agendamento da visita pode ser feito através da internet e custava em torno de 20 reais. O metrô até lá não dá mais de 5 reais. O resto é o lucro da empresa de turismo…

      • Raquel permalink
        27 maio 2012 4:09 pm

        Obrigada pela resposta, só mais uma pergunta…É realmente fácil pegar o metrô para chegar lá?? É que eu só andei de metrô uma vez e não sou mt boa no espanhol.rs…

        • 1 junho 2012 9:50 pm

          Raquel,

          O metrô de Santiago é bem fácil de se orientar, mas falar um pouco de espanhol ajuda um bocado!!! Se vc estiver muito insegura, não vale a pena economizar. Pegue uma excursão ou um táxi.

          JB

  6. Karine permalink
    30 maio 2012 9:26 pm

    Olá,
    Estarei indo para Santiago em Agosto/12 e gostaria de saber se na Concha Y Toro é possível comprar taças? Pois pelo que pude entender, eu irei ganhar uma taça, mas tem como comprar mais?

    • 1 junho 2012 9:43 pm

      Karine,

      Há uma loja bem completa na vinícola, acredito que tenham taças para vender, sim.

  7. Karine permalink
    30 maio 2012 9:29 pm

    Mais uma pergunta.
    Estava lendo no site da Concha e lá diz que tem três tipos de tour, gostaria de saber qual é o melhor a ser feito e se tem muita diferença entre os três?
    Obrigada

    • 1 junho 2012 9:48 pm

      Oi Karine,

      Não me lembro destas 3 opções na minha época 🙂 Tive que voltar ao site para conhece-las.

      Bem, a primeira opção é a mais simples e mais indicada para aqueles que não tem muitos conhecimentos sobre vinho.

      A segunda opção (Marques de Casa Concha tour) me pareceu a melhor em custo benefício, pois vc prova um dos melhores exemplares da vinícola. Teria escolhido esta se soubesse.

      A terceira opção achei demasiado cara e só para experts mesmo.

      Espero ter ajudado.

      JB

  8. Karine permalink
    12 julho 2012 10:45 pm

    JB,
    Gostaria de agradecer pela resposta, acredito que essas informações vão me ajudar e muito…
    Abç.

    Karine

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: