Skip to content

Santiago para adolescentes – Dia 1 – Conhecendo a cidade

23 março 2011

 

Centro Cultural Palacio de La Moneda

 

O voo sofreu um atraso de 3 horas, mas pelo menos a LAN fez o trajeto direto do Rio a Santiago (estava prevista uma escala em São Paulo). A aeronave até que era ajeitadinha, com poltronas espaçosas e entretenimento individual, item importantíssimo quando se trata de adolescentes que detestam viagens de avião. O mesmo não se podia dizer das aerovelhas chilenas, tão antipáticas quanto o golpe de estado do Pinochet.

Como chegamos perto da meia noite (o táxi era a melhor opção para sairmos do Aeroporto – pagamos 17.000 pesos até a Providencia, cerca de 65 reais), fomos direto para a cama sem jantar. No dia seguinte, escolhi fazer uma programação light e apresentar a cidade aos poucos.

Rumamos de metro pela linha 1 desde Pedro de Valdivia até a  estação La Moneda para uma pequena introdução à história do Chile.

O metro em Santiago é bastante prático. A passagem fica um pouco mais cara na hora do rush (até as 9 da manhã e entre 18 e 20h), mas não passa do equivalente a R$ 2,30. Apesar de não contar com ar condicionado, o serviço é muito eficiente: nunca ficamos mais de 1 minuto esperando pelo próximo trem!!!

Sem legendas...

 

Falei sobre a lenda de que o projeto do Palácio La Moneda, encomendado a um arquiteto frances, foi trocado com o da Casa da Moeda do Rio de Janeiro, esse sim digno de ser chamado de palácio governamental. Pode ser mentira, mas é uma estória divertida.

Catedral – Plaza de Armas

Cerro Santa Lucia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aproveitamos que a Casa de Cultura Palacio La Moneda, logo abaixo do dito cujo, parecia ser o único museu aberto na segunda feira e entramos para ver as mostras de fotografia e pinturas de vários países latinoamericanos. Momento cultural matinal…

De lá, rumamos para a Plaza de Armas, não sem antes parar em algumas lojas de departamento (Falabella e Paris) para as primeiras pesquisas de preço. Uma visita rápida à bonita Catedral e seguimos pela calle peatonal Huérfanos até o pé do Cerro Santa Lucia.

 Tomamos o elevador gratuito até o nível intermediário e caminhamos um pouco até onde o calor de 30 graus permitia. Foi o suficiente apenas para tirar algumas fotos e admirar a vista da cidade. Subir até o último nível era inimaginável àquela altura, por isso decidimos voltar ao hotel para descansar um pouco da andança, antes do próximo passeio. Tentamos descer outra vez pelo elevador, mas acho que estava na hora do descanso do ascensorista.

Cerro Santa Lucia

Cerro Santa Lucia

 

Estou cansada de subir escadas…

 

Pouco tempo depois, estávamos passeando pela Avenida 11 de Septiembre, próximo ao Hotel, para ver o variado comércio local. Quando começaram as reclamações de que já tínhamos andado demais e os pés doíam, tomamos um táxi até o Shopping Parque Arauco, enfrentando um pequeno engarrafamento, cortesia do primeiro dia de aulas após as férias escolares.

Compras no Shopping Arauco

 

A escolha se mostrou acertadíssima: parecia que elas estavam na Disneylandia. Entrar na Casa&Ideas foi o equivalente a encontrar o Justin Bieber (não que elas gostem deste pirralho, mas vocês entenderam a comparação, né?). Sacolas cheias e sorrisos fartos pediam o complemento ideal: comida. Um restaurante oriental na simpática praça de alimentação a céu aberto do shopping nos pareceu a melhor opção: as meninas foram de comida japonesa e eu pedi o indefectível Pad Thai. Ufa!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: