Skip to content

Buenos Aires 2011 – enogastronomia

22 julho 2011

Tin tin no Sottovoce

Uma das melhores coisas em Buenos Aires continua sendo sua ótima oferta de restaurantes de diversas etnias. Comprovamos que os preços continuam atraentes para os pratos principais, mas as bebidas frugais (água, refrigerante a 12 pesos cada) e as sobremesas (média de 40 pesos) tiveram um aumento extorsivo na maioria dos locais. Ah sim, o câmbio estava a 2,50 pesos por real.

No dia de chegada fomos a pé até o La Parolaccia da Riobamba. Este é um dos melhores restaurantes em termos de custo benefício de BsAs ( massas a 45 pesos na média – vinho a 59 pesos).

Alguns vinhos no La Parolaccia

Tiramisú

No sábado, fomos vibanear em Puerto Madero e almoçamos no El Potrillo, mas não tenho fotos do almoço. Os preços estavam razoáveis (bife de lomo para 2 a 85 pesos, vinho a 79  pesos), mas a Carla nos garantiu que as porções estão bem mais sovinas, o que pode ser conferido nos comentários do restaurantes no renomado Guia Oleo. Em relação à qualidade da carne, não há nada a reclamar.

Para o jantar de sábado, escolhemos o Green Bamboo, que agora fez uma pós graduação e deixou de ser um restaurante do sudeste asiático para focar estritamente na comida vietnamita.

De entrada comemos Nem Song , que são rolinhos vietnamitas com langostinos – deliciosos! Para o prato principal, todos fizeram a mesma escolha : Bò Lúc Lác, um prato de carne cortada em cubos com um molho sensacional, acompanhada de Côm Boc Trung – arroz com amendoim, envolto em ovos e Com Nep Chien, um bolinho de arroz em uma base de feijão. Tudo isso deglutido com a ajuda da Lolita – um drinque feito de vodka Absolut de manga, suco de manga, mel e gengibre. Nham…

A conta veio um pouco salgada para Buenos Aires (cerca de 250 pesos por pessoa), mas custaria o dobro se fosse em algum restaurante no Rio de Janeiro. Triste!

Decoração do Green Bamboo

Entrada

Bo Luc Lac - a carne estava derretendo na boca...

No domingo fomos passear na região do Tigre (veja post específico).

Para o  jantar escolhemos o Sottovoce, que ficava próximo ao hotel, na Libertador, e que estava aberto, apesar das eleições.

Foi uma grata surpresa: o restaurante não tem luxo, mas é um ambiente muito agradável e o serviço estava muito atencioso. As massas, um pouco mais caras do que no La Parolaccia (média de 65 pesos, vinho a 79 pesos), eram igualmente mais saborosas.

Couvert e o delicioso Escorihuela Gascón Malbec

Tagliolini gratinados con crema, jamón y espinaca

O único senão era o preço das sobremesas, por isso preferimos degustar um delicioso sorvete no Un’altra Volta.

Dulce de leche con brownie y mascarpone - Un'altra Volta

A última refeição foi no Astrid y Gastón para fechar com chave de ouro – e que chave!!

Mas isto é assunto para um post inteiro. Aguarde!

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. 22 julho 2011 4:52 pm

    muito bacana sua descrição !!!

    o que me diz de BsAs no Natal e Virada de Ano ?

    abraço fraterno !

    • 22 julho 2011 5:46 pm

      Oi Carlos,

      Obrigado pela visita.

      Estive em BsAs no Natal passado com a família e só por isso achei aceitável. No dia 25 não há nada aberto na cidade e vc terá que cacifar um brunch natalino a preços exorbitantes se quiser almoçar.

      Nunca fui no Ano Novo, mas não espere a animação brasileira. O agito fica pelos lados de Puerto Madero. Leve em consideração que a ceia, esta sim, estará com preços brasileiros.

      Abraços

  2. 14 agosto 2011 8:41 am

    É fato mesmo: as porções no El Potrillo encolheram consideravelmente no período entre janeiro de 2010 e julho de 2011… 😦

Trackbacks

  1. Flanando por Buenos Aires… « Idas e Vindas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: