Skip to content

Los Roques – Chegada

25 outubro 2011

O voo até a ilha de Gran Roque pode ser feito por várias companhias aéreas (inclusive desde Porlamar, na Isla Margarita). De Maiquetía, são 40 minutos em linha reta.

O pacote da pousada incluía o vôo pela Chapi Air, ambas de propriedade do italiano Giorgio. O jato possuía 16 lugares, mas a companhia possui jatos até menores!

Para auxiliar os incautos, informo que o check-in é feito no último balcão à direita de quem entra no Terminal Doméstico, já que não há nenhuma menção de que ali é o balcão da Chapi. Atente para a franquia de bagagem de 10 quilos!

Está vendo Chapi Air escrito em algum lugar? Pois é...

Vamos embarcar?

Apesar do “amadorismo” no check-in, o voo é bem tranquilo e o pequeno tamanho da aeronave não assusta tanto assim. Além do mais, são cerca de 40 minutos que, literalmente, voam…

vxc

Como disse o Ricardo Freire neste post completíssimo, os primeiros instantes da viagem são monótonos, mas a partir dos 30 minutos, avistamos uma mudança impressionante na cor do oceano e ficamos completamente embasbacados com a beleza que se aproxima.

Depois de aterrisar na minúscula pista, atravessamos o pequeno portão que o separa da vila de Gran Roque e  fomos recepcionados pelo atendente da pousada. Poucos passos adiante, pagamos uma taxa de 152 bolívares fuertes (BsF) de entrada no Parque Nacional.

Este pagamento só pode ser feito em BsF cash e deve ser verificado antes de chegar, pois estes valores mudam constantemente. Ou seja, você já deverá ter trocado seus dólares no Aeroporto de Maiquetía (veja no post “Dicas” como fazê-lo).

A vila de Gran Roque tem pouco mais de 1.000 habitantes (sem contar os cachorros) e inúmeras pousadas. A ilha é a única do arquipélago a ter um relevo, razão pela qual deve ter sido a escolhida para o povoamento, já que facilita a instalação de equipamentos de comunicação e a locação do aeroporto.

Outra coisa que chama a atenção é que quase todos os nativos andam descalços, já que grande parte das ruas de Gran Roque é de areia.

Exemplo de pousada em Gran Roque

As construções em Gran Roque são bem pitorescas, com predominância de cores fortes. Quem conhece diz que faz lembrar um pouco Trancoso. Não posso dizer, pois ainda não estive naquele canto da Bahia.

Nossa pousada, a Acquamarina, é simples, mas tem áreas comuns com bastante charme. Os quartos são espartanos e a propalada água quente nos banheiros ficou só na promessa (apesar disto, não fez falta nenhuma!).

A falta de luz parece ser um problema corriqueiro na ilha e, descobrimos isso logo na primeira noite: caiu a fase do ar condicionado na nossa rua, o que, somado à barulheira da festa na pousada logo atrás e os quase invisíveis mosquitos,  tornou difícil conseguir pegar no sono.

Fomos gentilmente acomodados em quartos mais distantes da cantoria, mas, mesmo assim, o calor era grande. Se a falta de luz tivesse sido completa, seria mais fácil. Pelo menos teríamos sido poupados do som estridente…

Em relação à comida, ficamos muito satisfeitos com a pousada. O café da manhã tinha suco, queijo e presunto, ovos, torradas, manteiga, geléia e deliciosas panquecas. O almoço, acomodado em uma cava, tinha sanduíches, salada de fruta, refrigerante, água e cerveja, além do prato frio do dia, que variou entre uma massa ao pesto e uma salada de arroz com peito de peru, ambas muito gostosas.

Mesa do jantar - ao ar livre

"Pasta" de entrada

Café da manhã

Depois da praia, encontrávamos sempre um lanche, com sucos e salgados (pastéis e bolinhas de queijo) deliciosos.

O jantar tinha entrada (massa) e peixe como prato principal, além de saladas e outros acompanhamentos. Cerveja, refrigerantes e água à vontade. E sobremesa e café, para arrematar. Tudo com um ótimo tempero.

O esquema de pensão completa pode variar um pouco de pousada para pousada, mas não foge muito do descrito acima.

Logo após a chegada, colocamos a roupa de banho e partimos para o nosso primeiro contato com as praias locais. Maiores detalhes no próximo post.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 29 outubro 2011 11:47 am

    E, como tinha dito o Giorgio no email em que respondeu ao meu pedido de reserva, o chef da Acquamarina realmente é sensacional… Me dá água na boca só de lembrar dessa massa da foto aí em cima! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: