Skip to content

Patagônia Express – Introdução

26 fevereiro 2012

Seño Ultima Esperanza - Puerto Natales

Fevereiro no Rio de Janeiro é um suplício. Para mim, então, que não gosto da trilogia “samba, suor e cerveja”, sempre procuro escapar nesta época para algum lugar mais frio.

Como havia recém chegado de uma estafante viagem a Disney, busquei alternativas pela América do Sul mesmo, onde pudesse ter algum dias de paz sem ter que cruzar o Atlântico. A Patagônia se encaixou perfeitamente nos meus requisitos. Pronto: já sabia que iria sair na “Unidos do Canal de Beagle” neste ano.

Lago Grey - Torres del Paine

Consegui emitir uma passagem com milhas até Buenos Aires, de onde comprei um ticket até Punta Arenas por 300 dólares (acredite, era metade do preço de uma ida e volta Buenos Aires-Ushuaia) via Santiago, com a LAN. Teria que ficar um dia em Buenos Aires tanto na ida quanto na volta, portanto tinha 7 dias completos para transitar entre o Chile e Argentina.

Depois de muito pensar e, baseado no que havia visto do local em duas outras viagens anteriores (fui a Puerto Natales em 2004 e fiz um cruzeiro parando algumas horas tanto em Punta Arenas quanto em Ushuaia em 2003), escolhi o seguinte roteiro:

Um dia para Punta Arenas, viagem em ônibus até Ushuaia (onde ficaria 3 dias) e volta também de ônibus para Puerto Natales, onde passaria 2 dias conhecendo, finalmente, o Parque Nacional Torres del Paine. O ônibus vindo de Puerto Natales me deixaria direto no Aeroporto de Punta Arenas para o vôo de volta, onde passaria um dia mais em Buenos Aires antes de retornar para casa.

Quer saber: apesar da correria e das duas viagens de quase 12h que comeram quase o dia inteiro (por sorte, só anoitecia mesmo por volta das 22h), a viagem foi ótima, melhor ainda porque, excetuando alguns minutos de chuva em Ushuaia, peguei dias fantásticos de sol, o que é raro em se tratando das imprevisíveis condiçoes meteorológicas do verão patagônico.

Glaciar Martial - Ushuaia

A viagem começa no próximo post. Espero vocês lá!

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Lorena permalink
    2 março 2012 10:10 am

    Tenho muita vontade de conhecer Patagonia, gostei da forma que vc escreveu o post!!!
    Qual é a época que vc me aconselhaviajar para a Patagonia??? Com essas mudanças de temperatura eu realmente tenho dívudas!!1?!?

    • 2 março 2012 7:46 pm

      Lorena,

      O verão é a época mais adequada para ir, porém é altíssima estação e tudo fica bem mais caro. Se vc quer evitar a multidão, tente ir em novembro ou março. Fora deste período, o frio é intenso, agravado pelo vento constante que piora a sensação térmica.

  2. mariagugu@aol.com permalink
    6 março 2012 4:46 am

    vc deveria ter levado samba suor e cerveja para o gelo… kkkk

  3. mariagugu@aol.com permalink
    6 março 2012 4:46 am

    Você deveria ter levado samba suor e cerveja para o gelo… lindas fotos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: