Skip to content

Alemanha – Vale do Reno

2 novembro 2012

O Reno, um dos mais importantes rios europeus, nasce na Suíça, percorre grande parte da Alemanha e deságua no Mar do Norte, pouco abaixo de Rotterdam, na Holanda.

Sua importância econômica se dá por ser um rio navegável, o que favoreceu (e ainda favorece) o comércio entre os países; sua posição estratégica exigia a necessidade de se construir fortalezas com o objetivo de defender as cidades, principalmente na Alemanha.

Pronto: aliado à beleza da região, surgiam aí os requisitos necessários para este local se desenvolver turisticamente.

Por conta deste fato, o trecho entre Koblenz e Rüdesheim (mostrado abaixo) foi considerado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade em função da profusão de cidadezinhas pitorescas, além dos inúmeros castelos e fortificações.

A ideia de passar alguns dias no Vale do Reno na Alemanha foi sendo construída aos poucos. Tenho uma certa cisma com o país, não o acho muito atraente turisticamente. Nem topograficamente, para falar a verdade: tirando o sul da Bavária, o país é predominantemente plano e eu, como bom capricorniano, adoro uma montanhazinha.

Resolvi insistir, então, numa área que ainda não conhecia.

Sempre tive vontade de visitar Düsseldorf por conta do Kunstsammlungsmuseum, ou K-20 para os íntimos – que possui uma grande quantidade de telas de Paul Klee, um dos meus favoritos. Köln (Colônia, para os íntimos), ali pertinho, sempre me pareceu simpática também.

Pesquisando um pouco mais, vi que também havia vários locais interessantes ao sul de Köln. Pronto: já havia achado uma região com atrativos suficientes para os 6 dias que tinha de mini-férias.

Burg Katz, em St. Goarhausen

Nos próximos capítulos, o relato da viagem, tintim por tintim.

Anúncios
14 Comentários leave one →
  1. 2 novembro 2012 5:57 pm

    Poutz, que lindo, hein, JB?! que venham logo os próximos capítulos 😀

  2. mimi permalink
    4 agosto 2013 1:30 pm

    Olá JB.Parabéns pelo post,principalmente por estar falando de uma região pouco difundida entre brasileiros, embora de beleza impar.Vou para Alemanha,, entrar por Colonia, descer
    fazer a rota dos castelos, e depois a rota romântica.Tenho 64 anos e meu marido 70.Te pergunto, será melhor fazer tudo de carro?Ou mesclar carro, trem e barco.Penso em ficar
    em Colonia sem carro e descer até Koblenz.de trem e lá alugar um carro.Fico em dúvida, pq sei que existem barcos também.Será que os barcos te levam e retornam a mesma cidade?Outra coisa,onde é melhor se hospedar em Koblenz,para ficar próximo ao embarque dos barcos?Abs Mimi

    • 4 agosto 2013 3:52 pm

      Ola Mimi,

      Obrigado pela visita.

      Na minha opinião, o percurso de barco/trem por essa região é mais bonito, mas não posso negar que o carro te dá mais mobilidade.Fica a seu critério.
      Sim, os barcos te levam e retornam para os mesmos pontos e há inúmeras paradas desde Köln no norte até Rüdesheim ao sul.
      Koblenz não é uma cidade tão grande, você com certeza ficará hospedada próximo do pier.

      Abs

      • mimi permalink
        4 agosto 2013 4:16 pm

        Obrigada JB, pelo rápido retorno,estou montando minha viagem, não é fácil, mas sei que vai dar td certo, abs Mimi

  3. Eloisa permalink
    15 abril 2014 9:29 pm

    Oi JB seu blog é demais! Super dicas e fotos arrepiastes! Queria uma ajudinha. Eu e meu marido vamos passar 40 dias entre Alemanha e outros países nos arredores… Poderia me indicar as cidades que julga imperdíveis na Alemanha? Vamos fazer a rota romântica, e chegaremos por Frankfurt… Se puder ajudar apreciaria muito….

    • 16 abril 2014 8:48 pm

      Oi Eloisa,

      Além destas que vc falou eu iria a Munique e passaria por Fussen e Garmisch Partenkirchen no caminho para o Castelo de Neuschwannstein, imperdível.

      Na parte norte tem as cidades do Vale do Reno, que vc viu aqui. Berlim pode ser interessante também, pela história.

      Agora, aproveitaria para dar um pulinho na Áustria: Innsbruck e , principalmente, Salzburg são muito interessantes e ficam perto da fronteira com a Alemanha.

      Espero ter ajudado.

      Abraços e volte sempre!

      • Eloisa permalink
        21 abril 2014 5:06 pm

        Olá JB!!! Obrigada pela ajuda!!! Certamente incluiremos suas dicas em nosso roteiro!!! Abraço e até breve.

  4. Ligia permalink
    11 julho 2015 6:31 pm

    Oi JB, viagem incrível! Vc acha que daria para fazer este trajeto em janeiro?

    • 13 julho 2015 7:47 am

      Ligia,

      Esta viagem em janeiro ficaria prejudicada por dois motivos: o frio e a pequena duração dos dias, anoitecendo bem cedo. O ideal é fazer este passeio nos meses de maio/junho.
      Em janeiro, talvez fosse mais interessante fazer a rota romântica e/ou visitar o Castelo de Neuschwannstein.

      Abs,
      JB

  5. 2 março 2017 10:49 am

    JB
    Cheguei aqui vinda do VnV
    Programo Alemanha para out17 e pretendo conhecer a região do Reno! Meu marido tem parentes em Emmerich e queria saber se seria uma boa “base”. Consigo acessar a região de trem? Vc indicaria um hotel em Emmerich?! Grata!

    • 12 março 2017 2:50 pm

      Olá,

      Emmerich fica muito ao norte da Alemanha, quase na fronteira com a Holanda, portanto longe dos principais atrativos e cidades pitorescas do Reno. Continuo achando que melhor base mesmo é Koblenz.
      Em relação ao transporte, a maioria das cidades alemãs é acessível por trem, restando apenas saber a quantidade de trocas de trem que vc fará.

      Abs,

      JB

      • 20 março 2017 8:08 am

        Obrigada JB
        Ainda sobre os deslocamentos na região: chegando do Brasil por Frankfur, consigo acessar Colônia ou Koblenz de trem? Se sim, Preciso reservar essa passagem com a mesma antecedência que reservo os voos?

        • 22 março 2017 6:12 pm

          Olá,

          Sim, a viagem de trem de Frankfurt para Köln ou Koblenz dura em torno de uma hora. Vc pode comprar sua passagem online neste endereço (www.bahn.com/en/view/index.shtml) e assim garantir um bom desconto pela antecedência. Não se esqueça de colocar a saida de “Frankfurt Flughafen” para sair direto do aeroporto. Tome cuidado apenas para garantir o tempo suficiente para algum atraso do voo e/ou imigração.

          Abs,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: