Skip to content

Alemanha – Colônia

5 novembro 2012

A estátua do Kaiser Wilhelm e a Igreja Groß St. Martin ao fundo

Resolvi  fazer minha base inicial da viagem em Köln (Colônia) pelos primeiros 3 dias.

Consegui um voo da low-cost Germanwings de Heathrow, onde estava, até o pequeno e bem localizado aeroporto de Köln/Bonn. Custou o equivalente a 130 libras, com taxas e sobretaxas para compras pela Internet, além do despacho de uma mala até 20kg.

O voo foi muito bom, sem nada a reclamar. Pontual e rápido o suficiente – pouco mais de uma hora – para não sentirmos fome.

Gostei da experiencia…

Sair do Aeroporto em Köln é muito fácil – basta descer 2 níveis de escada rolante e tomar o S-bahn até a Estação Central (mais conhecida como Hauptbahnhof, ou simplesmente Hbf), uma viagem de pouco mais de 15 minutos. Para isso, é só ir até um dos guichês automáticos espalhados pelo salão e comprar uma passagem.

Descendo para a estação

Como pretendia circular um pouco pela cidade, decidi adquirir um passe diário que servia para trens e bondes e cobria boa parte de Köln por 7,50 euros.

Ticket de um dia para o transporte em Köln

Moderna estação do S-bahn no Aeroporto de Köln/Bonn

Meu hotel, o Drei Kronen, era bem próximo à Hauptbahnhof e de frente para o Reno, embora o meu quarto não fosse – também, por 60 euros, era querer um pouco demais.

O quarto era de bom tamanho, mas o hotel eu achei um pouco apertado – a entrada era por uma porta lateral compartilhada com o restaurante do térreo. Só recomendo pela localização privilegiada.

Deixei as malas e saí para passear pela beira do rio, aproveitando a tarde de sábado com sol e temperatura agradável (20 graus).

Sabadão à beira do Reno

Diversão à beira rio

Ruela na Altstadt com a Groß St. Martin ao fundo

As ruas estavam apinhadas de alemães e turistas, vários deles lagarteando no gramado em frente ao rio. Eles aproveitam cada dia ensolarado e quente como se fosse o último! Genau

Aproveitando o sábado de sol…

Köln é a mais antiga cidade grande da Alemanha – e atualmente a quarta maior cidade em população. Possui 12 igrejas românicas, das quais se destaca a Groß Sankt Martin, tão visível quanto a Catedral no skyline da cidade. Infelizmente não consegui visitar o seu interior, pois, no dia escolhido, a Igreja estava fechada para visitação.

Tive mais sorte em outra Igreja que também fica na Altstadt, a St. Maria im Kapitol.

Esta linda construção, datada de 1065 e a maior das Igrejas românicas de Colônia, foi inspirada na Igreja da Natividade em Belém e dedicada à Santa Maria.

Altar na St. Maria im Kapitol

Interior da St. Maria

Interior da St. Maria

Pátio da St. Maria im Kapitol

Esbarrei em outra Igreja românica, esta bem ao lado da praça Neumarkt: a St. Aposteln.

St. Aposteln, em Neumarkt

Rathaus de Colônia

Nos meus passeios descobri uma Köln que vai além da Catedral, que, confesso, ainda me parece meio monstrenga. Tenho que concordar, contudo, que ela se impõe como cartão postal da cidade.

Kölner Dom, imponente

À noite ela fica mais bonita, não acham?

A Catedral de Colônia (Kölner Dom) foi construída exatamente no mesmo lugar onde os primeiros romanos se assentaram na cidade, no século XII. À medida em que se tornava um dos principais centros de peregrinação da Europa, houve a necessidade de ampliar suas instalações, o que foi feito paulatinamente até o final do século XIX.

Durante a 2ª. Guerra, a Catedral foi atingida por 14 bombas, mas sobreviveu aos ataques, sendo necessária sua restauração.

Interior majestoso

Vitrais

Frente da Catedral

Detalhes da fachada

Interior

Pude observar uma excursão onde os  participantes eram conduzidos de olhos vendados por várias atrações da cidade, para que os outros sentidos sejam amplificados sem a visão. Deve ser interessante a experiência!

Follow the leader…

Outra estória interessante da cidade é que aqui foi “inventada” a famosa água de colônia (Kölnisches Wasser) por um italiano de nome Johann Maria Farina, no século XVIII.

A fórmula da água de Colônia acabou nas mãos de Wilhelm Muelhens, que passou a fabricar o perfume em uma pequena fábrica que ficava no número 4711 da Glockengasse (detalhe: esse número foi determinado por Napoleão, durante a invasão da cidade).

Herr Muelhens continuou a usar o nome de Farina, o que resultou em brigas judiciais com a família italiana, que já possuía certo prestígio na indústria de perfumes e não queria ver seu nome explorado desta maneira. O esperto Wilhelm acabou perdendo a batalha, mas logo contratou outro Farina para manter o nome (e a tradição).

A empresa foi propriedade da Wella, mas recentemente acabou vendida para a ainda alemã Mäurer&Wirtz.

O perfume não é dos mais elegantes, mas continua vendendo aos borbotões.

4711

Outro destaque é bonita Ponte Hohenzollern,  que possui o tráfego ferroviário mais intenso no país e conecta a Hauptbahnhof com a estação de Köln-Messe, na margem oposta do Reno.

Construida no início do século XX para absorver o tráfego cada vez mais intenso da Ponte da Catedral (que foi demolida para dar lugar à esta nova ponte), atualmente só permite a passagem de pedestres, além dos trens, claro.

Um passeio por sua extensão permite belas vistas da cidade e do Reno e não se pode deixar de notar a incrível quantidade de cadeados presos à cerca que divide a passagem de pedestres dos trens, cada um simbolizando um casal de namorados que acreditam no amor eterno.

…e viveram felizes para sempre. Será?

Há controvérsias…

Tradução livre: O amor não é um compromisso…

Hohenzollern à noite

No quesito comida, aproveitando que estavámos na época dos aspargos, fiz questão de provar alguns pratos de massa com este ingrediente: o melhor era o do restaurante Vapiano, um self service bem agradável na região de Neumarkt, com mesas ao ar livre, perfeito para um almoço de fim de tarde e o inevitável people-watching.

Restaurante Vapiano

Linguini com aspargos e presunto de parma

Linguini com aspargos e tomates cereja

Nào deixei de pedir o prato típico alemão: Wiener Würtschen com Kartoffelsalat. Li que a cervejaria Gilden im Zims era muito bem avaliada e, como era perto do hotel, na Altstadt, resolvi arriscar um jantar por lá, enquanto observava um jogo da Eurocopa. Não me arrependi: a salada estava sensacional – o preço também foi excelente: pouco mais de 5 euros!

Wurst com salada de batata (uma das melhores que já provei!)

E ainda tem muito mais para se ver, como o Museu do Chocolate, o Museu Ludwig, de arte moderna, o Museu Romano Germânico (que lamentei muito não ter tido a chance de ir), o Museu de Arte da Ásia Oriental, o cable car, a Ópera

Enfim, uma bela cidade…

Anúncios
19 Comentários leave one →
  1. 23 maio 2014 4:18 pm

    Oi JB.
    Que dicas legais… vou para Alemanha em agosto.
    Outras sugestões para quem visita Germany pela primeira vez?

    • 30 maio 2014 11:35 am

      Oi Eusa,

      Isso depende muito do seu estilo de viagem e de quanto tempo vc dispõe. Eu gosto muito de Munich, da região de Neuschwannstein e da rota romântica.

      Abs

  2. Meiry permalink
    28 agosto 2014 9:53 am

    Oi Pessoal, ficarei 2 dias em Colonia. 1a vez, gostaria de um roteiro para fazer a pé. Alguma sugestão?
    Beijos

    • 28 agosto 2014 6:25 pm

      Meiry,

      Uma opção seria começar na Catedral e depois rumar para o calçadão que margeia o Reno. Naquela região há um par de igrejas interessantes que também podem ser visitadas. Se estiver um tempo bom, sugiro fazer um passeio de barco pelo Reno.

      Explore bem as ruelas, em cada canto vc vai achar algo interessante.

      Se vc se interessa por museus, indico o Museu Ludwig, que fica bem próximo à Catedral.

      Espero ter ajudado,
      Bjs

  3. Meiry permalink
    29 agosto 2014 9:33 am

    Valeu, obrigada.
    Abraços

  4. Eugenia Kelles permalink
    7 setembro 2014 2:15 pm

    Olá, JB. Eu e meu marido estaremos em Colonia, em outubro. Onde é legal ficar hospedados? Como Colonia encerrará nosso circuito cervejeiro, que local você indica pra despedida?
    Abraco
    Eugenia

    • 7 setembro 2014 2:35 pm

      Oi Eugenia,

      A melhor e mais conveniente área para se hospedar em Colônia é próximo à estação, ao lado do Reno. Quanto às cervejarias, apesar de não gostar de cerveja, li alguns relatos indicando a Cölner Hofbräus Früh, que fica atrás da Catedral.

      Aproveite e boa viagem!
      Abs

      • Monica Doin permalink
        9 novembro 2014 5:16 pm

        olá!
        Estarei na Alemanha no proximo inverno de 2015 (fevereiro) – sou corajosa!
        Em Colonia para o carnaval, entre 15 a 17
        Munique entre 17 a 21
        Berlin (a unica que conheço) entre 21 a 25.
        Pergunto:
        Reservei um hotel em Colonia chamado REICHS-KÚCHENMEISTER, pois queria estar perto dos desfiles. Sabe dizer se a localização é boa? Tem outra sugestão?
        Nao bebo cerveja, mas adoro vinho, anotei sua dica do Gilden im Zims, que certamente tera um vinho tb. Alguma dica extra?
        Munique reservei um hotel, mas nao sei bem onde é bom ficar.
        Obrigada e parabéns pelo blog
        Monica

        • 26 novembro 2014 8:05 am

          Oi Monica,

          Procurei por este hotel, mas só encontrei com esse nome um hotel em Rothenburg ober der Tauber? Vc saberia dizer o endereço dele?
          De qualquer maneira, em Köln sugiro ficar próximo à estação de trens ou em algum dos charmosos hotéis com vista para o Reno, na Cidade Velha.
          Mande também o nome de seu hotel em Munique para que eu possa ver a localização, ok?.
          Abs

  5. Monica permalink
    26 novembro 2014 8:49 pm

    Olá! Muito obrigada pela resposta, vc. tem razão, eu me confundi, este hotel REICHS-KÚCHENMEISTER é mesmo o que reservei em Rothenburg ob der Tauber, o de Colonia que reservei se chama Hotel Lyskirchen.
    O de Munique fiz no Motel One.
    Mais uma vez obrigada.

    • 28 novembro 2014 5:50 pm

      Oi Monica,

      O Lyskirchen fica um pouco mais ao sul da área turística, mas nada que não possa ser percorrido a pé, e com a vantagem de ficar próximo ao Reno.
      Já em Munique existem vários Motel One, sendo o de Sendlinger Tor o mais central.Não sei qual você reservou, mas os outros não parecem estar muito longe do buxixo, não.
      Abs

      • Monica Doin permalink
        6 dezembro 2014 7:17 am

        Ola! Mais uma vez muito obrigada pela resposta, em Colonia, o objetivo será conhecer o Carnaval, e, talvez este hotel sendo mais ao sul, conforme vc explicou seja uma boa idéia, por não estar no coração do evento.
        O Motel One é este mesmo que vc mencionou, Sendlinger Tor.
        Abs.

  6. Stephanny Marques permalink
    16 junho 2015 10:11 pm

    Oi, JB! Vou fazer um mochilão em setembro deste ano e minha programação inicial era Bruxelas-Berlim-Amsterdam, mas vendo tantas postagens sobre as pequenas e charmosas cidades alemãs estou ficando um pouco na dúvida se não deveria fazer algumas paradas no meio caminho… 😉

    Quais cidades você mais gostou de visitar que poderiam de encaixar entre Bruxelas – Berlim ou Berlim – Amsterdam?

    • 17 junho 2015 7:59 am

      Oi Stephanny,

      Eu gostei muito de Colônia (Köln), tanto pela cidade em si, como pela possibilidade de visitar algumas cidadezinhas ao redor – Bonn seria a minha preferida. Não fui a Bruges, na Bélgica, mas ouvi várias boas recomendações de lá. E perto de Berlim, não deixe de ir a Potsdam.

      Espero ter ajudado.

      Abs,
      JB

      • Stephanny permalink
        17 junho 2015 12:38 pm

        Oi, JB! Obrigada por responder! Já ouvi maravilhas de Colônia, quantos dias você recomenda passar na cidade? E quais cidades vizinhas você visitou e gostou? Eu já li boas coisas sobre Bonn e Dusseldorf.

        Vou pesquisar sobre Potsdam, não ouvi nada sobre essa cidade. Vale a pena pernoitar ou um bate-volta é suficiente?

        • 17 junho 2015 2:12 pm

          Oi Stephanny,

          Acho que 4 dias seria suficiente para vc conhecer Colônia e os arredores. Vc pode fazer bate e volta a alguns lugares, como Bonn (veja meus outros posts) ou mesmo Düsseldorf.
          Em Potsdam, há o lindo Castelo de Sanssouci – a cidade é bem perto de Berlim, não é necessário pernoitar.

          abs,

          JB

  7. Aline permalink
    22 novembro 2015 5:38 pm

    Olá JB,
    Muito bom o seu post, ajuda a planejar a viagem!!
    Estou indo a Colonia para ver os Christmas Markets.
    Pensei em ficar no Hotel Weber, prox a Zülpicher Platz.
    Pretendo visitar museus e boa parte do centro tb.
    Vc acha que estarei mto deslocada?
    Abs, Aline

    • 23 novembro 2015 9:34 am

      Oi Aline,

      Zülpicher Platz fica um pouco afastada sim, mas vc pode utilizar o transporte público (há uma estação de U-bahn bem próximo) ou mesmo andar até as principais atrações. Köln é uma cidade relativamente pequena e andar é sempre o melhor meio de se conhecer um lugar, não acha?

      Abs,
      JB

  8. Aline permalink
    23 novembro 2015 10:02 am

    Oi JB,
    Obrigada pelo retorno.
    Acho sim, caminhar é sempre a melhor forma de se conhecer um lugar.
    Vou finalizar minha reserva por ali mesmo.
    Abs, Aline

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: