Skip to content

Bariloche – Hotel Llao Llao e Circuito Chico por conta própria

25 setembro 2013

DSC05711

O Hotel Llao Llao ocupa um lugar no imaginário dos turistas que vem aqui: encravado em uma pequena colina, de frente para o lago Nahuel Huapi e com a cadeia de montanhas nevadas ao fundo, é o verdadeiro cartão postal da cidade e meu sonho de consumo para uma futura hospedagem (ainda não foi desta vez!).

DSC05560

Para chegar até lá é muito fácil: como ele faz parte do Circuito Chico, você fatalmente passará por lá se contratar esta excursão.

Outra maneira de visitá-lo, mais barata e flexível, é tomar o ônibus 51 que passa pela Calle Moreno (primeira paralela à Mitre, morro acima) e descer no ponto final, percorrendo toda a extensão (mais de 26 km) da Avenida Bustillo, margeando o lago. Demora pouco menos de uma hora.

DSC05571

DSC05559

A visita ao interior do hotel é permitida, assim como as fotos (desde que os hóspedes não sejam perturbados).

A decoração tem ênfase na madeira e em móveis clássicos, o que dá um ar ao mesmo tempo sofisticado e aconchegante.

DSC05578

Esta sala de estar com lareira é bem charmosa, né?

DSC05577

A minha intenção era ficar para o chá da tarde, que é oferecido todos os dias das 16 às 19h ao custo de 300 pesos por pessoa (é aconselhável fazer reserva, embora ainda tivesse lugar para o mesmo dia quando perguntei). Como teria que esperar por mais de uma hora até o início dos serviços, resolvi mudar de estratégia e fui ver os preços do restaurante Los Césares.

DSC05584

DSC05581

Tive uma grata surpresa ao ver que um almoço ali era muito mais barato do que pensava: o menu era pequeno, mas tinha opções bem interessantes como o risoto de abóbora, queijo de cabra, camarões e king crab, simplesmente delicioso e que saiu por apenas 130 pesos (menos que 40 reais pelo câmbio da época!).

E o serviço foi digno de nota, com pãezinhos saídos do forno acompanhados de pasta de gorgonzola, além da vista inesquecível. Altamente recomendável!

DSC05585

Na volta, tomei o mesmo ônibus 51 que me deixou na porta do teleférico do Cerro Campanário, um dos pontos altos do Circuito Chico.

O ticket ida/volta de aerosilla custa 70 pesos e te leva a mais de 1000 metros de altura, para uma visão que é considerada por muitos a mais bonita da cidade, ampla e irrestrita.
DSC05589

DSC05590

DSC05592DSC05606

O tempo não ajudou muito, mas mesmo nublado é uma senhora vista!

DSC05593

Lá de cima conseguimos ver uma grande extensão do Nahuel Huapi, além dos lagos Perito Moreno e Gutiérrez – e várias montanhas nevadas, cenário perfeito para as fotos.

DSC05600

DSC05618

Como de costume, há uma pequena confitería  que é um porto seguro para um chocolate quente – neste dia específico foi mais que benvindo, já que o vento cortante congelava até os ossos!

DSC05622

E assim completei uma boa parte do Circuito Chico de forma bem econômica e flexível, voltando de ônibus para o centro da cidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: