Skip to content

Bariloche – restaurantes

11 outubro 2013

DSC05585

A oferta de restaurantes em Bariloche é enorme. Vários são figurinhas carimbadas entre os turistas brasileiros como El Boliche de Alberto e o La Trattoria della Famiglia Bianchi. Não fui a nenhum dos dois, portanto não posso recomendá-los.

Seguem então alguns exemplares que experimentei nesta viagem, uns surpreendentes outros nem tanto.

A primeira dica é do restaurante mexicano  Dias de Zapata, que fica na Calle Morales 362. A decoração segue o padrão kitsch com cores bem fortes. Os pratos são bem servidos e meu trio de quesadillas mistas (frango, carne desfiada e camarões) estava uma delícia, sem falar no acompanhamento do feijão refrito e do guacamole muito bem temperados.

DSC05833

DSC05837

A sobremesa – Panqueques Pablin – era mais farta ainda e bem criativa: panquecas de banana com doce de leite morno com nozes, sorvete de creme e canela. Sensacional!

DSC05839

Outro achado foi um dos restaurantes do Hotel Llao Llao, o Los Cesares (foto abaixo).

Apesar de ficar num dos hotéis mais caros da região, os preços do menu enxuto não assustam quem mora no Rio ou São Paulo. O risoto de abóbora  com queijo de cabra, camarões e king crab (foto do início do post) estava irrepreensível. Somado ao serviço impecável e ao couvert com pães quentinhos e pasta de gorgonzola, é uma recomendação sem medo de errar.

DSC05581

DSC05466Dentre os conhecidos dos brazucas, o restaurante da Familia Weiss (foto ao lado), na Calle Vice Almirante O’connor 401, tem serviço irregular e comida apenas correta.

Escolhi um prato onde haveria poucas chances de fracasso:  uma salada com folhas verdes, ciervo ahumado, lascas de queijo, framboesas e amêndoas que estava acima do esperado, apesar do tamanho diminuto.

DSC05557

Uma indicação do proprietário do apartamento foi o La Fonda del Tío, que ganhou o prêmio de melhor custo/benefício da viagem. O restaurante fica na Mitre 1130, um pouco afastado do agito do comércio.

A especialidade da casa é a comida argentina, principalmente as milanesas: os pratos são gigantescos, para dividir mesmo. Pedi uma metade de milanesa italiana, que vem com queijo e presunto e fritas com salsinha. Com um cálice de vinho, a conta saiu por míseros 100 pesos. Um achado!

Aviso importante: chegue antes das 20hs se quiser achar lugar.

DSC05499

DSC05495

DSC05498

Fui também a um italiano chamado Il Giardino, na Moreno 238, onde comi um ravioli de cordeiro com molho branco e presunto, que estava um pouco enjoativo. Mea culpa!

Os preços também estavam um pouco acima do que se esperava pelo conjunto serviço/conforto. Não recomendado.

DSC05720

Provei a pizza da Pizzaria Brava, na Calle Palacios 149, mas também não estava de acordo com o que esperava. Dizem que é uma das melhores pizzarias da cidade. Os preços são bons.

Um dos poucos restaurantes na Calle Mitre, o La Marmiteno número 329, tem como carro chefe o fondue, ideal para os dias frios do inverno. Pedi um de queijo com acompanhamento de salsicha, presunto e batata, que estava apenas razoável. O ambiente é acolhedor, mas esperava um pouco mais da culinária. Os preços estão dentro da média.

DSC05632DSC05635

DSC05525

DSC05526Isso sem falar nos lanches em locais diversos, como os hambúrgeres dos restaurantes no topo do Cerro Catedral (acima), a torta mousse de chocolate da Abuela Goye (abaixo) e o onipresente cubanito, delicioso biscoito wafer de chocolate recheado com doce de leite (ao lado).

Não saia sem provar!

DSC05549

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: