Skip to content

Peru – Cusco – Passeio a Moray e Maras

22 dezembro 2013

DSC06216

O passeio a Moray e Maras é pouco conhecido, mas é bem interessante e dura pouco mais de meio dia, saindo normalmente pela manhã e retornando no início da tarde (não há parada para o almoço!).

DSC06192

Começamos o passeio tomando a rota até Chinchero, uma vila a pouco menos de 30km de Cusco.

Paramos em uma cooperativa de artesãs locais, onde nos foi explicado como são obtidas as diversas cores utilizadas na fabricação de roupas e acessórios, com uso intenso de sementes e plantas colhidas nas redondezas.

DSC06194

DSC06195

A maioria das casas nos povoados das redondezas possui uma representação de 2 touros de barro nos tetos – chamados aqui Toritos de Pukara – como forma de pedir proteção para a família.

DSC06368

Depois tomamos uma rota em estrada de terra que parecia interminável, mas nos brindava com  paisagens belíssimas como a abaixo retratada.

DSC06196

Levamos quase uma hora até chegarmos a Moray, que é uma das atrações cujo ingresso está incluído no Boleto Turístico.

DSC06200

O local era uma espécie de laboratório agrícola dos incas, onde se destacam as construções em patamares circulares e concêntricos, com vários canais de irrigação. Outra característica marcante do lugar é a diferença de temperatura média entre a parte superior e os círculos inferiores, que pode chegar a 15 ° C para um desnível de apenas 150 metros!

Dizem que ali cresciam cerca de 250 tipos de plantas, se beneficiando deste gradiente térmico elevado que dava origem a vários microclimas.

DSC06206

Nas fotos abaixo se pode notar os canais de irrigação e as escadas – chamadas de sarunas – construídas na pedra para facilitar os deslocamentos.

DSC06207 DSC06209

DSC06211 DSC06208

DSC06214

O guia nos levou até a parte inferior, explicando o lay-out do local e os possíveis usos pelos incas.

A volta até o topo foi um pouco cansativa e paramos no meio do caminho, neste local da foto acima, uma espécie de altar inca com pedras, onde pedimos aos deuses fôlego extra para subir os últimos metros. Acho que eles nos atenderam…

DSC06221

Seguimos no ônibus na direção das salineras de Maras, passando antes pela vila de mesmo nome e que parece uma cidade fantasma, com ruelas tão estreitas que mal cabe um carro! Foi tão rápida a passagem que nem tive tempo de tirar uma foto…

DSC06223

DSC06225 DSC06227Como não podia deixar de ser, o turista aqui é brindado com algumas barracas de artesanato típico, além das guloseimas e quitutes locais, como o milho, em suas diferentes formas (dizem que os incas cultivavam 20 espécies diferentes deste cereal).

DSC06226

As salinas de Maras são impressionantes e, desde a época dos incas, garante o sustento dos trabalhadores locais.

Parece estranho ver salinas a mais de 3000 metros de altitude, mas isto pode ser explicado pelo fato de estarmos em um lugar onde havia mares interiores (estamos relativamente próximos do deserto de sal da Bolívia) e onde, ainda hoje, há fontes de água salgada, que são canalizadas para estas piscinas.

DSC06228

Através da evaporação, se extrai o sal de 3 tipos distintos: o de menor qualidade tem cor amarronzada e se presta para alimentar os animais; o de cor branca é o normalmente utilizado para consumo humano; e o sal extra, que corresponde à camada superficial e de melhor qualidade.

DSC06230

De lá voltamos por outro caminho até Cusco, onde chegamos pouco depois das 14hs.

Este passeio custa entre 30 e 35 soles nas principais empresas turísticas de Cusco. Como já foi dito antes, não há parada para o almoço, portanto leve algo para comer e uma garrafa de água mineral.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Bruna permalink
    21 janeiro 2015 9:29 pm

    Oi! Gostaria de saber aonde ficam as empresas de turismo de Cusco , se existe uma rua com diversas empresas e também em qual agencia vcs compraram este passeio, muito obrigada !

    • 22 janeiro 2015 9:02 pm

      Oi Bruna,

      As empresas de turismo ficam no entorno da Plaza de Armas em Cusco, todas com preços semelhantes – aqui vale mais o seu poder de barganha.

      Abs,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: