Skip to content

Londres com adolescentes – Compras

16 abril 2014

DSC00178

Londres sempre foi bem servida no quesito compras, desde as lojas com produtos típicos britânicos, abundantes nas imediações de Piccadilly, até roupas caras de grife, em lojas de Regent Street ou mesmo Knightsbridge. Mas o centro nervoso de compras na cidade continua sendo Oxford Street, cada vez mais globalizada e um tantinho mais brega.

DSC00414

Lá também encontramos as onipresentes lojas de souvenirs no meio da Zara, Topshop e Body Shop. Temos também a descolada Muji e a baratinha Uniqlo, duas japonesas que estão conquistando o mercado mundial.

Várias lojas de departamento têm sua sede nesta rua como a John Lewis e a BHS, mas a principal atração é mesmo a gigante Selfridge’s, recentemente escolhida pela Time Out como a melhor loja londrina, 10 posições à frente da maior e mais conhecida Harrod’s.

DSC00405

E põe gigante nisso: com 6 andares, tem seções  de várias outras lojas, inclusive da Muji. Sua oferta de sapatos também é imensa e bastante elogiada, sem falar no food court.

Mesmo que você não compre nada, vale uma passadinha no sexto andar para um almoço étnico, com opções árabes, japonesas, italianas (pizzas), americanas (burgers e hot dogs) e indianas.

DSC00404

DSC00408

 A seção de vinhos tem exemplares bem interessantes, de todos os continentes. Os preços de alguns chilenos estava bem razoável…

 DSC00409

Outra loja bastante concorrida é a Primark, logo no começo da rua, pro lado de Marble Arch. Aqui o que manda são os preços fantásticos para todo e qualquer item de vestuário made in China, além de roupa de cama, mesa e banho. Até minha filha, que não é muito consumista, se rendeu aos encantos dos precinhos camaradas das roupas.

Pena que o declínio da venda de CDs tenha tirado muito do charme de passear por suas calçadas, Diferentemente de 20 anos atrás, quando havia a Virgin Megastore e várias filiais da HMV, hoje só encontramos a original desta última, assim mesmo dividindo espaço com blu-rays, livros e fones de ouvido.

DSC00419

Nas pesquisas que Bia fez antes da viagem, uma passagem pelo Trocadero, perto de Piccadilly era obrigatória: afinal, lá havia uma lojinha dedicada a apetrechos japoneses chamada TokyoToys – eu achei meio fraquinha, mas ela adorou!

Já a Forbidden World, na Shaftesbury Avenue, era uma big loja de quadrinhos e animes, com várias opções de jogos de tabuleiro e camisetas de séries americanas. Muito mais interessante…

DSC00180

Para opções um pouco mais alternativas, nada como uma passada em Camdem Town, ainda a minha preferida entre as feiras de rua de Londres.

DSC00335

Sábado e domingo são os melhores dias para se andar por lá, se bem que “andar” é um pouco força de expressão: fica tão lotado que você mal consegue se locomover. O people watching, no entanto, é maravilhoso!

DSC00338

E a moda continua sendo bastante alternativa, apesar de alguns itens beirarem o mau gosto…

DSC00339

De lá partem passeios pelos canais, indo até Little Venice ou até o Zoológico, em Regent Park. Já fiz este passeio em outra ocasião e recomendo se o tempo estiver bom. Maiores informações você encontra aqui.

DSC00340

No quesito compras tem opções para todos os gostos: roupas extravagantes, camisetas com dizeres engraçadinhos (“Rage Against the Washing Machine” era um deles), objetos de decoração, livros usados, LPs de todas as categorias de música…

DSC00341

DSC00342

DSC00343

…e comida…muita comida! Separada por países, vejam só!

DSC00346

Hummmm, churrasco brasileiro? Sei não!

DSC00347

Provamos alguns quitutes do sudeste asiático, já que era impossível resistir aos aromas locais.

DSC00345

Aproveitamos para almoçar pelas redondezas – vá até a rua Parkway e escolha alguma das várias opções.

Ficamos em um chinês genérico que tinha uns dim sum deliciosos por precinhos bem camaradas. Quase em frente ficava uma filial da Côte Brasserie, uma rede bacaninha que já foi aprovada por mim na última vez que estive aqui.

DSC00348

DSC00349

Animados? É só tomar a linha Northern do metrô (a preta) na direção norte e descer na estação de Camden Town. De Hammersmith, onde estávamos, e também da região de Paddington, há ônibus direto até lá.

Outro lugar ótimo para observar pessoas é Covent Garden (estação de mesmo nome na Central Line). Sempre há algum artista de rua tentando chamar a atenção e há vários bons restaurantes nas imediações, inclusive uma filial do Jamie’s Italian (franquia mais em conta do Jamie Oliver), na Upper St Martin’s Lane).

DSC00473

E antes que vocês perguntem, a foto que abre o post e esta aqui embaixo é da Cool Britannia de Piccadilly, ótima lojinha para comprar aquela lembrancinha típica que te pediram (o carro não está a venda!).

DSC00175

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 17 abril 2014 3:26 pm

    Eu quase pirei nessa Cool Britannia aí!!! Eu sou “a louca dos souvenirs” hehehe, quero comprar TUDO!!! rs Mas msm roupas, sapatos, acessórios e etcs, apesar da libra cara, acaba saindo MUITO mais em conta comprar em Londres do que no Brasil! Eu não acreditava que seria possível, mas só indo pra lá msm pra confirmar! Pena que fiquei só 1 semana em Londres e aí nem tinha tempo de fazer compras com tantos lugares famosos pra visitar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: