Skip to content

África do Sul – safári em Pilanesberg

15 julho 2014

DSC01111

Chegamos no voo da SAA na aeroporto de Johannesburg quase duas horas atrasados. Consegui um transfer para nos levar ao hotel em Pilanesberg por ZAR1.250 (na cotação da época US$1 = 10,5 Zar) , quase a metade do cobrado por outras companhias.

Nossa motorista, Clarien (a simpática proprietária da Get-you-there-transfers), continuava com uma placa com nosso nome, apesar do atraso. O trajeto até o Bakubung Bush Lodge foi de aproximadamente 3 horas, embora os 140km pudessem facilmente ter sido percorridos em menos tempo. Clarien é uma motorista muito cuidadosa e obedece a todos as regras de trânsito.

DSC01143

O hotel fica dentro do parque nacional Pilanesberg, um dos mais próximos a Johannesburg, sendo este o principal motivo para termos escolhido basear nossa estadia por lá. Além disto, ele é um dos poucos parques sul-africanos totalmente livres de malária, o que não é pouca coisa.

DSC01112

Dos 5 hotéis dentro do parque, achei o Bakubung Bush Lodge o mais simpático: com quartos elegantes, piscina, meia pensão e um safári incluído por dia, os US$ 170 por pessoa me pareceram um preço bem razoável.

DSC01146

DSC01148

Além dos safáris diurno e vespertino o hotel oferece um walking safári que dura cerca de 2 horas, mas não me senti muito tentado a fazer pois fui informado que não se consegue, por razões de segurança, chegar tão próximo dos animais quanto em um safári motorizado.

Nosso primeiro safári acabou sendo o mais emocionante. Logo de saída, vimos um grupo de um dos mais perigosos animais do continente: as temíveis galinhas d’Angola (guinea fowl).

DSC01117

Zebras parecem ser, juntamente com as impalas, os animais mais comuns por aqui, a julgar pela quantidade que vimos destas duas espécies.

DSC01129

As zebras daqui são do tipo de planície e tem a particularidade de ter algumas listras marrons o que as tornam mais bonitas do que as outras, na minha humilde opinião.

DSC01136

Já as impalas, pequenas que são, devem ser presas fáceis para os leões e leopardos. Seus parentes, os springboks e kudus, são maiores e mais bonitos, com chifres que indicam sua idade quanto mais longos e curvos forem.

DSC01119

Poucos metros depois encontramos quatro rinocerontes brancos, mais calminhos e maiores do que seus primos negros. As duas espécies na verdade possuem a mesma coloração, sendo diferenciados pelo tamanho e formato da boca, a dos brancos sendo mais larga (wide). Acabaram confundindo o wide com o white e o resto vocês já sabem…

DSC01122

O maiorzinho dos quatro, o líder natural do grupo, encarou o nosso carro e foi preciso muita diplomacia para desviá-lo do caminho. Tenso!

DSC01125

O próximo animal da lista dos Big 5 (rinoceronte, leão, leopardo, elefante e búfalo) viria logo a seguir: um grande paquiderme vagava solitário à procura de comida. Segundo nosso guia, existem cerca de 300 elefantes em Pilanesberg.

Este era jovem ainda. Faminto, adorava quebrar os galhos de árvores em busca de folhas suculentas, nos ignorando quase que por completo. Conseguimos algumas boas fotos.

DSC01131

Todo o passeio é monitorado através de rádio com troca de informações com outros guias ou mesmo de motoristas que estão fazendo seu safári particular. Desta forma garante-se uma maior chance de visualizar os animais.

DSC01139

E tendo visto dois dos Big 5, paramos no Centro de Visitantes do parque para dez minutos de descanso antes de retornarmos ao hotel.

 DSC01138

No mesmo dia fizemos um safári à tarde para comparação: nossa guia era muito mais didática e, devido ao grande fluxo de automóveis, o intercâmbio de informações permitiu chegarmos ao local onde estavam um leão e 3 leoas, sendo que uma delas estava bem ao lado da estrada, impassível e desconsiderando totalmente o grande engarrafamento de carros que se formou em instantes. Pena não termos visto “o da juba”!

DSC01169

Depois de mais zebras e impalas, vimos também alguns wildebeest, um animal cinzento e muito, muito feio. Perto deles, algumas hienas aproveitadoras esperavam restos de alimentos para fazer a bóia do dia.

DSC01189

A parada da tarde foi para observarmos os hipopótamos ao cair da tarde, com direito a uma bebida (refrigerantes, cerveja ou vinho). Pena que os hippos não apareceram.

DSC01177

DSC01181

No caminho de volta paramos por um instante para observar um dos cerca de 30 leopardos locais, que descansava tranquilamente no meio dos arbustos, tão escondido que tornava qualquer tentativa de foto infrutífera. Não foi desta vez…

IMG_20140503_132505311

Quem quisesse poderia seguir para um braai (churrasco) ao ar livre, à luz de tochas, em um ambiente bem rústico. Preferimos fazer nossa refeição no restaurante do hotel degustando um bom vinho em um ambiente mais aconchegante.

IMG_20140502_160437962

O jantar era bem variado, com saladas e alguns pratos típicos sul-africanos. Não sou muito chegado, mas, no primeiro dia havia uma sopa bem gostosa de biltong (uma espécie de carne seca)  com gorgonzola.

A carta de vinhos era boa, com alguns exemplares de grandes vinícolas do país. Melhor do que isso, os preços eram bastante convidativos – um bom Pinotage poderia ser degustado por apenas 200 rands, o equivalente a aproximadamente 40 reais.

Além de queijos diversos, a oferta de sobremesas era alucinante. Os sorvetes iam muito bem com os diferentes bolos oferecidos todo os dias. Difícil resistir!

IMG_20140502_160452624_HDR

No dia seguinte fizemos ainda mais um safári, mas não conseguimos ver nada muito diferente das outras vezes.

DSC01186

Melhor aproveitar o lindo entardecer da varanda do hotel…

IMG_20140504_020303890

Foi uma ótima introdução à vida selvagem sul-africana, sem perder o conforto e a praticidade.

Altamente recomendável!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: