Skip to content

África do Sul – Cidade do Cabo, parte 3

1 setembro 2014

DSC01526

Neste dia, com a previsão do tempo indicando chuva, tomamos a linha vermelha passando pela bela Heerengracht e pela estátua de Bartolomeu Dias (foto acima), o primeiro europeu a atravessar o Cabo da Boa Esperança, em 1488.

Esta rua tem jardins bem cuidados e um chafariz bem bonito em uma de suas extremidades.

DSC01527

Descemos no Centro de Informações Turísticas, onde iniciamos um pequeno tour: fomos a Catedral de St. George, onde o bispo Desmond Tutu batia ponto, e que ficou conhecida por ser um ponto de resistência contra o apartheid.

DSC01529

A Catedral, também conhecida como Catedral do Povo, é a mais antiga do país e a sede da Igreja Anglicana em Cape Town.

Seu interior é simples sem muitos ornamentos, mas com bonitos vitrais.

DSC01565

DSC01566

Ao  lado da Catedral fica o Slave Lodge (foto abaixo), em um dos mais antigos edifícios da cidade. Este museu conta  estória da escravidão e busca criar uma consciência sobre os direitos humanos.

Na frente do prédio fica uma estátua de Jan Smuts, um dos sul africanos mais célebres, tendo sido Primeiro Ministro em duas ocasiões, além de escritor, advogado e militar.

DSC01547

Um pouco mais à frente, na entrada do Company’s Garden fica o edifício do Parlamento.

A África do Sul possui 3 capitais: Cape Town é a capital legislativa do país (as outras duas são Bloemfontein, onde fica o Judiciário, e Pretoria, sede do Poder Executivo).

DSC01550

O Company’s Gardens é o pulmão da cidade, foi criado pelos primeiros colonizadores holandeses e tem entrada grátis.

DSC01551

Os esquilos locais foram importados dos Estados Unidos por Cecil Rhodes, colonizador e homem de negócios britânico que possui uma estátua em sua homenagem dentro do parque.

DSC01555

Outros exemplares animais habitam o parque, que também tem a pereira mais antiga do país (plantada provavelmente em 1652), um jardim japonês, um lago com peixes e um aviário.

Um passeio bem tranquilo e agradável de se fazer.

DSC01558

O Memorial Delville Wood, retratado abaixo, foi esculpido por Alfred Turner. As duas figuras masculinas simbolizam Castor e Pollux e representam as duas etnias do país (britânicos e afrikaans).

DSC01559

Voltamos ao Centro de Informações Turísticas e tomamos um hop-on-hop-off da linha azul passando por uma região bem bonita da cidade até chegarmos ao jardim botânico Kirstenbosch.

Como estava chovendo, decidimos não enfrentar programas ao ar livre. Tínhamos planos de retornar a este lugar quando fizéssemos o passeio ao Cabo.

IMG_20140515_071046181_HDR

Seguimos viagem então, desta feita seguindo pelo vale de Constantia, com suas lindas residências e jardins, local de residência dos que querem uma vida bem tranquila.

Trocamos de ônibus para visitar a mais antiga vinícola do pais: a Groot Constantia.

IMG_20140515_073346804_HDR

O local é muito bonito, com construções de características holandesas como a da foto abaixo.

DSC01582

Fundada em 1865 pelo comandante Simon van der Stel, da Companhia Holandesa, a vinícola tem seu nome em homenagem à sua filha. Outra hipótese conta que o nome vem de um dos navios que se encontravam ancorados em Cape Town naquela época. Escolha a que você achar mais interessante!

IMG_20140515_073415463

Pode-se fazer um wine tasting de 5 vinhos por 40 rands ou um cellar tour por 50 rands (em torno de 10 reais pelo câmbio da época). Uma pechincha!

DSC01583

Como já havíamos reservado uma mesa para o almoço e continuava chovendo, seguimos direto para o restaurante Jonkerhuis.

Pedimos um spaghetti carbonara no ponto e dividimos uma garrafa do Constantia Red, uma mistura de cabernet sauvignon, cabernet franc, shiraz e merlot, muito redondo.

IMG_20140515_080058076

IMG_20140515_074656612 IMG_20140515_075518587

Pena que o mesmo não se pode dizer do malva pudding local que veio um pouco queimado.

A conta veio sem sustos, mesmo considerando que tomamos vinho.

IMG_20140515_082129596

Andamos um pouco pela propriedade, mas a chuva realmente impedia qualquer tentativa de passeio.

IMG_20140515_085249515

Voltamos então para a parada do ônibus azul e seguimos viagem…

No caminho de volta, passamos pela Imizamo Yethu Township, onde se poderia ter uma ideia do artesanato feito pelos locais, mas não havia tempo hábil para tomar outro ônibus e voltar a Cape Town depois da visita.

Seguimos pela costa, ainda com um pouco de chuva, passando por Hout Bay…

IMG_20140515_100854215_HDR

…e outra vez Camps Bay, desta vez com outro panorama, mais sombrio.

IMG_20140515_102718347

Descemos no V&A sem chuva e aproveitamos para fazer o passeio de barco que está incluído no pacote de 2 dias do ônibus hop-on-hop-off.

IMG_20140515_111151496_HDR

IMG_20140515_112040183_HDR

Posso contar? O passeio é perfeitamente dispensável, ainda mais se  considerarmos que ele só pode ser feito até as 17h, o que vai tirar tempo precioso de outras atrações dos 2 circuitos. Só faça se você já tiver ticado todos os outros pontos da sua lista.

Não acabou ainda, vem mais relatos por aí!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: