Skip to content

UAE – Dubai, visita ao Dubai Museum e Deira

16 outubro 2014

DSC01332

Hoje resolvemos dar uma volta pela parte antiga da cidade. Pegamos o metrô e descemos na estação  Al-Fahidi, na linha verde, com uma troca em Bur Juman, para visitarmos o Dubai Museum, o principal museu da cidade.

O museu fica no forte Al-Fahidi, a mais antiga construção da cidade, datada de 1787. O forte é bonito por si só, com formato retangular e torres ocupando 3 cantos. Junto a uma das torres, um dhow (espécie de barco, foto abaixo) fica em exposição.

DSC01317
A visita ao Museu, que fica aberto todos os dias das 8:30AM às 7:30PM, com exceção da sexta, quando abre às 2PM, custa apenas  3 AED.

DSC01303

A residência abaixo é conhecida como Arish e é totalmente feita de folhas de palmeira. Uma de suas características mais interessantes é o túnel de vento, uma espécie de precursor do ar-condicionado.

DSC01304

No pátio interno encontramos também alguns barcos menores e, em uma das salas, uma coleção de armas antigas de vários períodos da história da cidade.

DSC01305 DSC01307

O museu, inaugurado em 1971, mostra o dia-a-dia dos habitantes da cidade desde a sua fundação, através de vários dioramas, assim como artefatos de outros países que faziam comércio com Dubai naquela época. Tudo isso, claro, antes da descoberta do petróleo, que modificou completamente a economia local.

DSC01310

O trajeto é bem didático e cronológico. O ponto alto, ao final, é uma apresentação em vídeo dos projetos vindouros para a cidade, visando principalmente atrair mais visitantes.

DSC01312

Dubai começou sua vida ao redor do Dubai Creek, um pedaço de água que divide os bairros de Bur Dubai e Deira.

Ali, na margem esquerda do riacho, acamparam os primeiros membros da tribo Bani Yas. O riacho sempre foi importante na história da cidade, sendo por muito tempo seu único porto.

DSC01323

Pode-se fazer um passeio em uma lancha pelo riacho ou mesmo um jantar a luz de velas em um barco luxuoso, mas o grande barato (em todos os sentidos, já que a passagem custa apenas 1 AED, paga diretamente ao condutor) é mesmo usar o meio de transporte local: o abras.

dubai creek

O Abras é uma espécie de barco, pouco maior que uma canoa (foto abaixo) que cruza o riacho em intervalos regulares levando a população (e alguns turistas) de uma margem a outra em estações definidas, conforme mostra o mapa acima.

DSC01327

É uma viagem curta (dura menos que 5 minutos), mas altamente panorâmica!

DSC01330

A idéia era percorrer alguns dos mercados locais em Deira. O primeiro que encontramos foi o Mercado de Especiarias, um tímido arremedo do seu equivalente de Istambul. Passamos rápido!

DSC01336

DSC01337

Por sorte os mercados eram todos cobertos, o que amenizava um pouco o calor sufocante.
DSC01319 DSC01320

Logo adiante, o Mercado de Ouro é interessante, com mais de 300 lojas vendendo  peças de ouro, além de prata e até diamantes, com preços normalmente exorbitantes. Vale a pena olhar e barganhar, se quiser levar algo!

Algumas peças são verdadeiras roupas – nem imagino quanto custam os objetos abaixo! A garantia de qualidade é dada pela fiscalização constante das autoridades locais.

DSC01340 DSC01342

Nesta altura do campeonato, já perto das 14h, o calor beirava o insuportável e não nos restou outra alternativa senão nos refugiarmos no delicioso ar condicionado do metrô, de volta para o hotel.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: