Skip to content

Japão 2016 – Fukuoka

28 maio 2016

DSC05696

**************************************************************************************************

Por alguma razão obscura, Bia queria ir até Fukuoka, uma das principais cidades da ilha de Kyushu (acho que uma das meninas do grupo Kalafina nasceu lá).

A viagem até lá desde Hiroshima é bem curta em um shinkansen: são necessários apenas 90 minutos para desembarcarmos na estação de Hakata, distrito que fica logo ao lado (nem tente procurar “Fukuoka” na tabela de horários dos trens, não existe tal estação). A ligação entre as duas ilhas é feita através de um túnel submarino.

O dia prometia bastante chuva e ao sairmos do hotel, ainda em Hiroshima, vimos que os meteorologistas estavam corretos. Chegando em Hakata não foi diferente, apesar de termos alguns poucos momentos de estiagem.

DSC05697 DSC05700Saindo da estação, seguimos até o terminal de ônibus urbanos e tomamos um até o bairro de Momochi (230¥), que fica à beira da baía de Hakata e possui vários prédios modernos, shoppings, ruas arborizadas, praias e o símbolo da cidade: a Fukuoka Tower, inaugurada em 1989 para comemorar os 100 anos de criação da cidade. Nem pensamos em subir os seus 234 metros por conta do tempo ruim, mas a vista lá de cima deve valer os 800 ¥ ‎ de entrada.

DSC05701

DSC05702

Nos refugiamos no shopping ao lado da torre para almoçar e visitar a Robosquare, uma loja/showroom no segundo andar especializada em…robôs!

Com mais de 200 exemplares (incluindo alguns protótipos experimentais) há exibições de robôs a cada hora. Este simpático robô-samurai aí embaixo fez uma apresentação fantástica do seu ritual de preparação.

Há robôs em forma de animais, com feições de humanos, de personagens de quadrinhos, enfim, dá para passar um bom tempo ali se divertindo com a  interação de diferentes maneiras.

Antes que eu me esqueça: a  entrada é gratuita!

 

DSC05705

Voltamos de ônibus até a região central e andamos algumas quadras para ir à Canal City Hakata, aproveitando que a chuva havia dado uma trégua.

DSC05708DSC05711

Este shopping, de formas futuristas e coloridas é uma atração à parte na cidade: além de possuir uma infinidade de lojas (mais de 250, além de cinemas, um teatro e dois hotéis) ainda tem um canal passando entre os edifícios.

DSC05710

No meio do canal fica um fonte que produz um espetáculo de luz e água a cada meia hora até as 22h.

IMG_20160129_164343622

Há também um número grande de restaurantes, incluindo oito lojas especializadas em ramen de todas as partes do país.

Acabamos jantando por lá, mas escolhemos uma refeição mais prosaica: vários tempuras.

IMG_20160129_165353762 IMG_20160129_170651113_HDRVoltamos andando até a estação e pegamos nosso trem-bala de volta a Hiroshima, onde chegamos ainda com chuva!

Este dia que passamos fora de Hiroshima acabou fazendo falta, pois deixamos de visitar o Castelo e fazer outros programas interessantes. Foi meu único arrependimento na viagem.

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: