Skip to content

Fim de semana – Cataratas do Iguaçu – lado argentino (domingo)

20 julho 2016

IMG_20160619_171356036_HDR

O domingo foi todo dedicado ao lado argentino, que havia visitado em 2010 pela primeira vez e gostado muito.

Saímos do hotel depois do café da manhã e resolvemos nos dirigir até a margem do rio, de onde saem os passeios de barco do Crucero Iguazu, em um catamarã com capacidade para 300 pessoas e shows ao vivo. Não fizemos este tour desta vez, pois não haveria tempo.

IMG_20160619_105418116

*************************************************************************************************

IMG_20160619_110456302

Passeamos pela praça onde existe uma placa erguida em homenagem à fundação da cidade, ocorrida em 1902.

IMG_20160619_110553238_BURST000_COVER_TOP

No ponto abaixo podemos ver o local onde os três países se encontram, o Hito de las Tres Fronteras. A foto abaixo foi tirada na Argentina, o Brasil está à direita e o Paraguai à frente.

IMG_20160619_110603533_BURST001

Existe um outro Marco no lado brasileiro, na outra margem do rio.

IMG_20160619_111534691_HDR

Seguimos então para o Parque Nacional del Iguazu para iniciar os trabalhos do domingo.

IMG_20160619_120500224

O esquema aqui é um pouco diferente do lado brazuca: o carro fica no estacionamento, um pouco mais modesto, de ripio. A entrada custa 250 pesos para brasileiros (200 pesos para argentinos, e 330 pesos para as outras nacionalidades). O estacionamento sai por 90 pesos.

Lembrando que o câmbio na época (junho 2016) estava a 4 pesos o real.

IMG_20160619_122700201_HDR

O transporte utilizado aqui é um trem com capacidade para cerca de 200 pessoas, saindo a cada 20/30 minutos da estação terminal até a parada Cataratas, em um passeio tranquilo que dura menos de 10 minutos.

IMG_20160619_123139454_HDR

De lá todos tem que descer e trocar de trem se quiserem continuar até a parada final na Garganta do Diabo, que é a minha recomendação.

Lembro que em 2013, diferentemente de hoje, o trem seguia até o ponto final do trajeto, ou seja, parece que a logística muda com a direção do vento.
IMG_20160619_123040894_HDR IMG_20160619_132408591

Percorre-se então um caminho de pouco mais de um quilômetro,  com emoção e o barulho das quedas d’água em volumes crescentes…

IMG_20160619_133522098

… até que nos deparamos com a visão abaixo…
IMG_20160619_134438113

…e depois, com a vista desimpedida do mirante principal, tem-se, na minha opinião, o panorama mais majestoso de todo o parque, seja do lado argentino ou brasileiro.

IMG_20160619_134612972

Até este trio de ursinhos veio de longe para apreciar este espetáculo da natureza. Ficaram mudos com tanta beleza…

IMG_20160619_140045356

Impossível resistir à tentação de ficar vários minutos apreciando a massa de água caindo de todos os ângulos possíveis.

IMG_20160619_140255183

Do lado argentino também há um passeio náutico, muito apropriadamente conhecido como Aventura Nautica.

IMG_20160619_143602393_HDR

Desta vez eu não fiz este passeio, mas em 2012 lá estava eu testando a aventura radical.

DSC03341_resize

…que chega bem próximo às cachoeiras te deixando ensopado. Não recomendado em dias frios, claro!

DSC03345_resize

Quem puder fazer este passeio, garanto que é emocionante!

Além deste também há o Paseo Ecológico, com botes que circundam as ilhas neste trecho do rio, com ênfase na fauna e flora locais e o Gran Aventura que reúne as duas opções.

Vantagem extra: os preços aqui vem sendo sistematicamente mais baratos do que os seus similares no lado brasileiro.

IMG_20160619_152735579IMG_20160619_153837109_HDR

DSC03298_resize

IMG_20160619_153000506

IMG_20160619_170706285_HDR

Voltando no trem até a estação Cataratas, compramos umas empanadas para o almoço rápido. A oferta de comida nesta parada é um pouco menos abrangente do que no lado brasileiro, embora haja um restaurante grande chamado La Selva próximo à estação central oferecendo a famosa parrilla argentina.

Neste ponto existem dois percursos longos a serem explorados : o Paseo Superior e o Paseo Inferior.

Este percursos tomam um certo tempo e merecem ser feitos com calma – o tempo estimado de visita para cada um deles é de duas horas, portanto,  para dar tempo de fazer os dois percursos e ainda visitar a Garganta do Diabo, minha recomendação é chegar o mais cedo possível no parque.

Começamos pelo Paseo Superior que tem  cerca de 2km de passarelas interligando algumas cachoeiras que só conseguimos ver do lado argentino.

Como é um circuito plano, sem muitos degraus, é recomendado também para as pessoas com dificuldade de locomoção.

Neste percurso vemos a parte superior das cataratas em sucessão: os saltos Dos Hermanas, Chico, Ramiréz, Bossetti, Adan y Eva e finalmente o Mbiguá (este das fotos abaixo, clicado com um arco-íris).

IMG_20160619_153759403_HDR

IMG_20160619_160452895

Como vocês podem ver, após a neblina do sábado, o domingo estava esplendoroso!

IMG_20160619_163141002_HDR

O percurso termina em um mirante no Salto San Martín, um dos mais caudalosos do lado argentino, e de onde se tem uma bela vista do lado brasileiro.

IMG_20160619_170631435_HDR

Já eram quase 4 da tarde e ainda iríamos começar a fazer o circuito inferior. Este trajeto também tem cerca de 2 km de passarelas, só que uma quantidade muito maior de escadas, fazendo com que fique muito mais demorado.

IMG_20160619_171135908_HDR

Como o nome diz, nesta parte do parque podemos acessar a parte inferior dos saltos para uma visão mais próxima das quedas d’água.

IMG_20160619_171527108_HDR IMG_20160619_171904993

 

Principal mirante deste trecho, a passarela que leva até os pés do Salto Bossetti é a primeira e mais impactante parada do Paseo Inferior !

IMG_20160619_171926868

Logo adiante se encontra o local de onde se pode atravessar de bote até a Isla San Martin – atualmente a travessia está proibida.

Neste circuito vemos alguns saltos secundários, mais escondidos e impossíveis de serem vistos do lado brasileiro, mas nem por isto menos bonitos.

DSC03353_resize

Não deu tempo para seguir até o outro mirante de onde se tem uma visão do cânion do Iguaçu, com a Garganta do Diabo ao fundo, pois já estava próximo ao horário de fechamento do parque: a entrada nestes circuitos só é permitida até às 17 horas e o último trem de volta para a estação inicial parte às 18h.

Importante destacar que, se não houver tempo de explorar todo o lado argentino em um dia, o ingresso para o segundo dia sai pela metade do preço.

Acabamos o dia jantando no Il Fratello, um italiano despretensioso que fica na Calle Gustavo Eppens. Com mais um malbec degustado, foi o fechamento perfeito desta viagem com amigos queridos.

IMG_20160619_210158801

E assim cobrimos em dois dias os dois lados desta maravilha da natureza. Para quem me pergunta, digo sem titubear: acho o lado argentino bem  mais interessante em termos de alternativas e liberdade em fazer os seus próprios passeios, preços em geral, a quantidade absurda de cachoeiras e pontos panorâmicos para fotos.

Alguém discorda?

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. lenamax permalink
    21 julho 2016 10:05 pm

    Que legal, JB!! Adorei rever a viagem 🙂 Beijo!
    Lena

  2. Carla Tolosa permalink
    22 julho 2016 1:25 pm

    Gente, onde vc achou aqueles ursinhos JB? Jura que a gente tava junto? Não vi nada!!!!
    E concordo com você: o lado argentino é muito mais legal. E ainda tem o Sendero Macuco, uma trilha boa que leva a uma cachoeira. Vale muito ir dois dias ao lado argentino e fazer essa trilha.

    • 24 julho 2016 9:40 pm

      Hehe, Carla, aproveitei que tinha alguém tirando uma foto dos ursos e tirei a minha também. Bjs

  3. Neuza orlowski permalink
    22 julho 2016 5:03 pm

    Com um relato tão bem definido de tudo que tem do lado Argentino, nossssaaaa, vontade de sair voando daqui para curtir de pertiiiinhoooooooo todas as delicias de la,
    Los ursitos eran canadienses???? hahaha.
    Parabens ao fotografo ,

    • 24 julho 2016 9:40 pm

      Oi Neuza,

      Obrigado pela visita. Não sei a nacionalidade dos ursos, rs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: