Skip to content

Europa 2016 – Constança e Liechtenstein

12 janeiro 2017

dsc06544

 

*************************************************************************************************

dsc06505

dsc06500

Pegamos a estrada logo depois do café rumo à Suíça, não sem antes fazer um pit-stop em duas cidades encantadoras.

A primeira ficava bem próximo à Radolfzell, cerca de 20 km. Konstanz, banhada pelo lago do mesmo nome (em alemão, o lago é conhecido como Bodensee) é uma cidade bastante agradável, com uma população universitária considerável.

Deixamos o carro em um estacionamento público e seguimos caminhando pelo centro histórico e suas ruas de pedestres, até chegar à área do porto e do Stadtgarten, um lindo jardim à beira do lago.

Uma das atrações do local é a escultura conhecida como Imperia, mostrada ao lado.

Erguida em 1993 por Peter Lenk como uma homenagem ao Conselho de Constança (ocorrido aqui, entre 1414 e 1418), foi alvo de duras críticas e quase retirada do local.

Mostra uma mulher em roupas provocativas (seria uma prostituta?) segurando um Papa (Martin V) e um Imperador (Sigismund), ambos sem roupas e reconhecidos apenas por seus símbolos de poder (a coroa e a mitra).

dsc06502

Voltamos para a cidade antiga apreciando os graffiti  e ainda deu tempo de fazermos um lanche antes de pegarmos a estrada para nosso próximo destino.

img_20161022_125011177

Seguimos na direção sul, acompanhando a margem do lago. Mais adiante tivemos a companhia do Rio Reno à nossa direita por quase todo o caminho até atravessarmos esta ponte abaixo e entrarmos em Liechtenstein.

img_20161022_180626996

Um minúsculo principado de 160 km2 (é o sexto menor país do mundo), com uma população de 34 mil habitantes, Liechtenstein tem toda aquela aura de país de contos de fada. A língua falada é o alemão (embora com aquele sotaque esquisito da Suíça, país que fica logo ao lado) e tanto euros quanto francos suíços são aceitos no país.

dsc06522

Sua capital Vaduz tem algumas poucas ruas e suas principais atrações podem ser percorridas em um par de horas. O país é um centro empresarial e de finanças bastante desenvolvido.

dsc06512 dsc06515

Deixamos o carro em um dos muitos estacionamentos da cidade e só depois de pagar por um período é que fui notar, lendo as letras pequenas, que aos fins de semana o estacionamento é gratuito!

dsc06513

Começamos nosso passeio em frente ao  Parlamento. Ao lado do parlamento vemos a estátua do compositor clássico Josef Gabriel von Rheinberger, que, aos 7 anos já tocava órgão na igreja local.

dsc06514

dsc06518Existem alguns museus na cidade, sendo um deles o modernoso Kunstmuseum Liechtenstein, com obras de pintores modernos e contemporâneos. Infelizmente não entramos, mas se você tiver mais tempo, vale a visita.

dsc06530

dsc06519

dsc06517

Quase vizinho à praça fica o Liechtenstein Center, escritório de turismo  do país, onde você poderá obter o carimbo em seu passaporte – custa 3 euros! Aproveite para se abastecer de mapas, dicas turísticas e ímãs de geladeira – os outros souvenirs são um pouco caro.

dsc06528

Há também o Liechtenstein National Museum, bem próximo ao escritório de turismo, com peças que contam a história da família real e do país em si.

Sem dúvida, a principal atração do país, visível em qualquer parte da capital é o Castelo de Vaduz.

Pegamos as instruções de acesso no escritório de turismo e seguimos até lá por uma estrada sinuosa. A impressão que temos é que se pode ver o país inteiro lá de cima.

Estava um dia lindo, ensolarado e com nuvens que pareciam pedaços de algodão, dando um contorno todo especial à fotos.

 

dsc06537

 

dsc06536

dsc06541

Infelizmente o Castelo, cuja construção se iniciou no século 12, é fechado à visitação por ser a residência oficial do Príncipe, mas você não deve deixar de visitar o lugar, que é lindíssimo.

dsc06540

O nome do país se deriva da família Liechtenstein que possuía um Castelo na Áustria.

Um membro da família – Ralf I – se tornou príncipe pelo Imperador Romano, na época da Casa dos Habsburgos. Deste modo, pode comprar algumas terras em aliança com os políticos da época. Estas terras foram unificadas e alçadas ao status de Principado.

dsc06543

Existem trilhas arborizadas no entorno do Castelo, onde se pode fazer um passeio tranquilo ouvindo os sinos das vaquinhas e sempre com a silhueta do castelo te acompanhando.

Continuamos pela estrada e resolvemos fazer uma visita a outra cidadezinha do país. Escolhemos a lindinha e minúscula Triesenberg, que fica acima da vila de Triesen, sendo um local muito procurado pelos praticantes de esportes de inverno – o país tem montanhas que chegam a quase 2600 metros de altura!

img_20161022_171948977

A cidadezinha de pouco mais de 2.000 habitantes é uma gracinha e fica a apenas 10 km de Vaduz. No final da tarde não havia muito o que fazer a não ser apreciar a vista lá de cima.

img_20161022_172912206_hdr

Abaixo podemos ver a Igreja de São José, uma das construções mais bonitas do local.

dsc06554

E assim terminou nossa passagem por Liechtenstein. Seguimos rumo ao sul, entrando novamente na Suíça na direção de nossa próxima parada: Davos.

dsc06562

Aos que puderem fazer este pequeno desvio, acho uma excelente ideia visitar este minúsculo país, nem que seja de passagem – não há muitos hotéis nas cidades e os poucos que tem são caros.

img_20161022_175946055

Foi minha segunda ida a Liechtenstein e desta vez pude conhecer um pouco mais de suas atrações e ficar apaixonado por suas paisagens.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: