Pular para o conteúdo

Austrália – Passeio pela Great Ocean Road e 12 Apostles

6 outubro 2017

*************************************************************************************************

Nosso segundo dia em Melbourne foi dedicado ao passeio pela Great Ocean Road para vermos a formação rochosa conhecida como 12 Apostles (“Os 12 apóstolos“). Este tour é um dos mais populares na cidade e é vendido por várias empresas de turismo.

Escolhemos uma delas (Autopia Tours) através do site do Bookme (dê uma olhada no site australiano aqui, uma ótima opção para tornar sua viagem mais barata na Austrália e Nova Zelândia, oferecendo descontos generosos nas principais atrações turísticas destes dois países).

O que nos chamou a atenção neste tour, além do preço reduzido (AUD90 em vez dos AUD135 originais) foi o roteiro “invertido”, indo direto para os 12 Apóstolos, com isso, fugindo da multidão que se acumula nesta atração na parte da tarde quando a maioria dos ônibus de turismo chega.

Saímos pouco antes das 8 da manhã em um micro-ônibus e seguimos direto para nossa principal atração, parando na cidade de Colac (marcado com a letra “B” no mapa acima) para um café da manhã na praça principal.

Seguimos viagem, entrando no Port Campbell National Park até chegar no Loch Ard Gorge (“C”), esta belezura que você pode ver abaixo.

O nome do local foi dado em homenagem ao navio Loch Ard, que aqui afundou em sua viagem de 3 meses entre a Inglaterra e Melbourne. Dos mais de 50 passageiros do navio, apenas dois sobreviveram: o marinheiro Tom e a irlandesa Eva, ambos com 19  anos na época.

Consta que Tom, ao chegar à areia, ouviu os gritos de Eva, voltou para salvá-la e ainda conseguiu subir o morro e chamar por socorro. Foi considerado um herói e morreu com 49 anos na Inglaterra.

Depois de algumas fotos no mirante e de percorrermos algumas trilhas curtas, descemos até a praia de onde se tem outro ângulo do local.

Depois foi a vez do ponto alto do dia: as formações rochosas de calcário conhecidas como “Os 12 apóstolos” (“D”).

Resultado da intensa erosão causada pelas forças da natureza, notadamente as ondas e os ventos, estas formações foram esculpidas durante séculos, criando uma paisagem que está em constante mutação.

Compare as duas fotos abaixo, tiradas do mesmo local: a primeira é de 2003 e foi encontrada na Internet; a segunda foi clicada durante o passeio relatado neste post.

rubeliba.blogspot.com.br

Pode-se notar em primeiro plano a presença de mais uma destas formações na foto mais antiga, que acabou desmoronando em 2005 pela ação das ondas e vento.

Por esta razão, hoje os “doze apóstolos” foram reduzidos a oito, mas novas formações podem ser criadas no futuro. Na verdade, eles nunca chegaram a ser doze, mas sim nove.

O local possui vários mirantes, possibilitando uma série de fotos distintas e é de uma beleza realmente impressionante.

Nosso almoço estava incluído – um sanduíche de presunto com suco de caixa e um chocolate de sobremesa, e foi degustado com esta vista aí embaixo (“E”).

Seguimos pela Great Ocean Road na direção de Melbourne mas logo paramos para observar alguns cangurus que estavam em uma fazenda. Eles são bastante ariscos e só consegui fazer foto deles fugindo.

Nossa próxima parada – a trilha Maits Rest (“F”), que fica no parque nacional Great Otway – ficava a 50 minutos de distância, o que permitiu aquela siesta reparadora.

Existe uma trilha circular de 30 minutos que percorre a floresta e onde temos a oportunidade de visualizar algumas espécies presentes no local. Para quem vem de um país tropical como o nosso, não há muita novidade no cenário.

Continuamos pela linda estrada, passando por um trecho com praias desertas e paradisíacas.

Próximo ao Kenneth River (“G”), paramos em um local onde se podia encontrar vários exemplares da fauna australiana.

O primeiro encontro foi com a simpática kookaburra, um pássaro que vive principalmente na Austrália e que é um dos símbolos da fauna do país – algumas espécies deste pássaro (kookaburra risonha) produzem um som muito parecido com a risada humana.

Outros exemplares de lindos pássaros coloridos também se encontravam no local, como o Australian King Parrot visto abaixo…

Encontramos também uma cacatua fotogênica e um koala bem tímido, que não permitia fotos do seu rosto.

Continuamos pela estrada, que contém trechos bastante pitorescos…

…e vários mirantes…

…até chegarmos na pequena cidade de Fairheaven, onde se encontra o Memorial Arch (“H”) da Great Ocean Road.

Ao lado do arco vemos uma estátua homenageando os 3 mil operários que foram os responsáveis pela construção desta estrada, todos sobreviventes da Primeira Guerra Mundial.

Nossa última parada foi na cidade de Torquay (“I”), já no início da noite, para o jantar. Paramos em uma pizzaria para a melhor refeição do tour (e do dia!) tanto em quantidade quanto em qualidade – estavam realmente deliciosas!

O passeio terminou por volta das 20h e fomos deixados no mesmo local da saída.

Foi um pouco cansativo e algumas “atrações” não merecem este título, mas valeu a pena pelas belezas naturais e pelo contato com a fauna australiana. O único senão foi visitarmos a principal atração logo de cara, o que diminuiu o encanto das atrações subsequentes, mas foi o preço a se pagar para poder curtir os 12 Apóstolos sem as multidões regulares.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: